CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundoTop
Trending

#Polêmica: “Quem fala o que quer, ouve o que não quer”, diz o ministro da Saúde sobre gesto obsceno em vídeo

A quarentena do ministro em Nova York, que foi diagnosticado com covid, deverá custar aos cofres públicos ao menos R$30 mil apenas em hospedagem.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, comentou a repercussão do seu descontrole ao fazer gesto obsceno para brasileiros residentes em Nova York, na segunda (21), que faziam protesto contra o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido). De acordo com ele, “quem fala o que quer, ouve o que não quer”.

“Mas este é o assunto que menos me preocupa, neste momento. Estou preocupado, mesmo, é com minha saúde”, completou ele. Queiroga, que foi diagnosticado com Covid-19, disse nesta quarta-feira, que está bem e que sente apenas sintomas de “uma gripe leve”. Por conta do diagnóstico, o ministro terá que ficar isolado em Nova York.

R$ 30 mil apenas em hospedagem
Sua estada deverá custar aos cofres públicos ao menos R$ 30 mil apenas em hospedagem. O quarto mais barato no hotel onde ele está hospedado, o Intercontinental Barclay, durante 14 dias, custa ao menos US$ 5.735, de acordo com cotação feita junto ao hotel.

Além das diárias, cujo valor médio é US$ 269 (R$ 1.418) para o quarto comum, o preço inclui taxa de amenidades (US$ 35/dia), café da manhã (US$ 50/dia) e impostos. O custo pode variar a depender de algumas variáveis: há desconto para clientes com planos de fidelidade e acréscimo caso serviços, como estacionamento, sejam incluídos.

Em um quarto de luxo, o valor total subiria para US$ 6.539 (R$ 34.360). A reportagem da Folha não conseguiu confirmar qual categoria de hospedagem foi contratada por Queiroga. O custo foi estimado para uma reserva feita nesta quarta (22), com duração até 6 de outubro, prazo de 14 dias, similar ao que Queiroga deverá permanecer isolado, após o ministro receber diagnóstico de Covid-19, nesta terça (21). As informações são da Revista Fórum.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios