CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo
Trending

#Mundo: John Lennon teria “instigado a separação dos Beatles”, diz Paul McCartney

"Não fui eu quem instigou a separação. John entrou em uma sala um dia e disse: ‘Estou saindo dos Beatles’", disse McCartney 51 anos após o fim da banda de Liverpool.

Em depoimento ao episódio This Cultural Life, que vai ao ar pela BBC Rádio 4 em 23 de outubro, Paul McCartney culpou John Lennon pela separação dos Beatles.

A declaração acontece 51 anos depois dos então garotos de Liverpool anunciarem o fim da banda, no dia 10 de abril de 1970. “Eu não instiguei a separação”, disse McCartney. “Foi o nosso Johnny”, emendou.

Muitos fãs da banda culpam McCartney pelo fim do grupo, que ainda é considerado um dos maiores do mundo pop até os dias atuais. Na entrevista, McCartney disse que o desconforto entre os membros da banda começaram quando Lennon manifestou seu desejo de “se libertar”.

A confusão aumentou porque o empresário pediu silêncio sobre o rompimento até que uma série de negócios fosse concluído. Quando questionado pelo entrevistador John Wilson sobre a decisão de seguir sozinho, Paul McCartney respondeu: “Pare bem aí. Não fui eu quem instigou a separação. Oh não, não, não. John entrou em uma sala um dia e disse: ‘Estou saindo dos Beatles’. Isso está levando à separação ou não?”.

McCartney se mostrou triste a respeito da separação, dizendo que o grupo ainda estava “fazendo coisas muito boas”. “Aquilo era a minha banda, o meu trabalho, a minha vida. Então, eu queria que continuasse”, completou. As informações são da Revista Fórum.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios