Eleições 2014: Paulo Souto diz que “desespero adversário gera ataques”

Postado em jun 25 2014 - 9:59pm por Jornal da Chapada
souto

Paulo Souto durante visita ao município de Cachoeira | FOTO: Valter Pontes/Coperphoto |

“A virulência dos ataques do pré-candidato petista revelam o desespero de alguém bastante inseguro com seu destino eleitoral”, comenta o candidato da oposição a governador, Paulo Souto, sobre as agressivas declarações do adversário feitas à imprensa nesta quarta-feira (25). Na avaliação de Souto, o entusiasmo, e não a raiva, deveria dar o tom de quem se diz portador de pesquisas que lhe apresentam bem posicionado nas intenções de voto. “Pela forma como está se comportando, só podemos interpretar que o clima no Palácio de Ondina não está nada bom”.

Paulo Souto lembra ao pré-candidato do atual governador que o discurso de oposição não lhe cabe mais. “Ele precisa reconhecer a verdade, que Jaques Wagner é o único governador que administrou e ainda está a administrar a Bahia por oito anos consecutivos. Nenhum outro, nos últimos 50 anos, teve esse privilégio e, pior, ele o desperdiçou”.

Em Cachoeira, onde foi recebido com muito carinho pela população e participou da sessão solene pela Independência da Bahia, promovida pela Câmara dos Vereadores, na tarde desta quarta-feira, Paulo Souto observa que parece esquizofrênico o discurso de oposição que o adversário insiste em fazer. “Eles estão no poder há oito anos e fui eu que deixei de fazer o que eles não fizeram até agora”.

Souto reaviva a memória do oponente, lembrando-lhe algumas das diversas realizações dele: “Requalificação do Dique do Tororó, Programa de Saneamento Bahia Azul, Programa Viver Melhor, Maternidade José Maria de Magalhães, Hospital do Coração, Parque Costa Azul. Isso só em Salvador. Sem falar nos trens do metrô, que eles pintaram de vermelho, adquiridos em minha gestão”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.