Chapada: Município de Jacobina terá fábrica de torres eólicas

Postado em ago 23 2014 - 1:23pm por Jornal da Chapada
foto

| FOTO: Reprodução |

O município de Jacobina, no centro norte da Bahia, foi o endereço escolhido para sediar a Torres Eólicas do Nordeste (TEN), fábrica da torres de aço para aerogeradores. Empreendimento conjunto criado pela brasileira Andrade Gutierrez e pela francesa Alstom, a TEN irái gerar 250 empregos diretos e mais 600 indiretos – a maioria ocupados por moradores da região – e terá capacidade para produzir 200 torres por ano.

Resultado do investimento de 30 milhões de euros – Andrade Gutierrez (51%) e Alstom (49%) -, a fábrica terá 22 mil metros quadrados de área construída, em um terreno de 140 mil metros quadrados, e deve iniciar a produção ainda este ano. De acordo com o presidente da Alstom Brasil, Marcos Costa, a escolha de Jacobina deve-se ao fato do município estar localizado próximo aos principais projetos eólicos da região. “É muito importante para os clientes locais contarem com fornecedores próximos de seus parques eólicos. Isso reduz os custos logísticos, tempo de entrega e aumenta a garantia de segurança no transporte deste grande equipamento”.

Segundo o secretário da Indústria, Comércio e Mineração, James Correia, a chegada da empresa vai contribuir para o desenvolvimento da cadeia de suprimento de nacelles, torres, hubs e pás. “Hoje cerca de 80% dos parques eólicos do país ficam na região Nordeste. Neste cenário, a Bahia vem se consolidando como um dos principais polos geradores de energia eólica do país”.

Terceira unidade
A TEN será a terceira unidade eólica da Alstom na América Latina. A empresa possui uma fábrica em Camaçari – para a fabricação de naceles – e outra em Canoas, no Rio Grande do Sul, para a fabricação de torres para o mercado do sul do Brasil e países vizinhos como Argentina, Chile e Uruguai.

A Alstom já instalou mais de 2,6 mil aerogeradores em mais de 200 parques eólicos ao redor do mundo, fornecendo mais de 5.000 MW de energia. A empresa projeta e fabrica aerogeradores onshore e offshore de 1,67 a 6 megawatts, além de fornecer soluções para todas as condições geográficas e climáticas.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.