Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal

Bahia tem 16 municípios em situação de emergência por causa das chuvas

foto
Em Salvador, as fortes chuvas causaram transtornos e congestionamentos | FOTO: Revista Bahia |

O estadual decretou estado de emergência em 16 municípios da região do Baixo Sul. O documento, de número 15.757, foi publicado na edição desta sexta-feira (19) do Diário Oficial do Estado, motivado pelos danos causados pelas fortes chuvas que atingiram a região nos últimos dias, como deslizamentos de terra e rupturas de pontes e estradas. Por iniciativa da Casa Civil do Governo, diversos órgãos foram mobilizados para desenvolver ações emergenciais em benefício da população afetada.

Uma reunião foi realizada na tarde de quinta-feira, no Gabinete da Casa Civil, a fim de organizar os próximos passos a serem tomados para mitigar os efeitos da chuva. Participaram do encontro, além do secretário e do chefe de gabinete da Casa Civil, Carlos Mello e Bruno Dauster, representantes do Corpo de Bombeiros, das secretarias estaduais de Segurança Pública, de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes) e sua Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), de Infraestrutura (Seinfra), de Relações Institucionais, de Desenvolvimento Urbano e do Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba).

Para Bruno Dauster, é importante que esta mobilização seja articulada em conjunto. “Montamos um grupo de trabalho dinâmico para enfrentar esse processo de forma rápida e eficiente. Uma das possibilidades é o repasse direto de recursos para as prefeituras e, assim, garantir a capilaridade das ações”.

outra
Em Igrapiúna, até a viatura da Polícia Militar ficou ilhada | FOTO: William Boy/Prefeitura de Igrapiúna |

O superintendente da Sudec e coordenador do grupo de trabalho, Salvador Brito, afirmou que o decreto permite que o estado atue emergencialmente nas cidades afetadas, facilitando a redução dos danos em caráter de urgência. “Precisamos reestabelecer os serviços essenciais para a população, como o acesso a abrigo, alimentação e medicamentos. O deslocamento de máquinas para a região e a recuperação do acesso das pessoas às rodovias também estão entre primeiras medidas a serem tomadas por parte do Estado”.

Segundo o secretário Carlos Mello, a prioridade do Governo é amenizar o sofrimento das famílias. “O nosso objetivo é agir de forma concreta para, o quanto antes, dar conforto àqueles que foram diretamente atingidos”. Estão inseridos no decreto os municípios de Presidente Tancredo Neves, Laje, Igrapiúna, Ituberá, Ipiaú, Nilo Peçanha, Ubatã, Cairu, Camamu, Valença, Teolândia, Taperoá, Aurelino Leal, Maraú, Ibirapitanga e Barra do Rocha. Extraído da Revista Bahia.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios