Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Chapada: Deputado pede proteção ambiental para a nascente do Rio Paraguaçu

paraguaçu
Rio Paraguaçu | FOTO: Reprodução/Reginaldo Tracajá |

O deputado estadual Carlos Geilson (PTN) apresentou na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) uma indicação para que o governador Rui Costa (PT) crie a Área de Proteção Ambiental (APA) da principal nascente do Rio Paraguaçu, no município de Barra da Estiva, na Chapada Diamantina. “É o primeiro e mais importante passo para assegurar a preservação e iniciar a revitalização desse importante rio para os baianos”, salienta o parlamentar. O deputado feirense destaca que o rio tem 614 quilômetros de extensão, sendo o maior rio baiano. O Paraguaçu beneficia 2,3 milhões de baianos em 86 municípios, sendo responsável, inclusive, pela maior parte do abastecimento de água em Salvador e região metropolitana, bem como da maior cidade do interior, Feira de Santana, e mais uma dezena de cidades da região da Princesa do Sertão.

Leia também:
Chapada: Série da TVE apresenta situação de alerta das nascentes do Rio Paraguaçu
Chapada: Gruta da Pratinha é destaque do segundo programa da série da TVE; confira vídeo
Chapada: Terceira reportagem da série da TVE destaca a importância dos índios na região
Chapada: Morro do Pai Inácio finaliza série da TVE sobre a região chapadeira

“A principal nascente do Paraguaçu está completamente desprotegida, sujeita a degradações que podem comprometer e muito o rio. Além disso, essa APA é importante como pontapé inicial de necessárias ações de revitalização do rio”, acrescenta. Carlos Geilson salienta que em recente matéria publicada por A Tarde, em dezembro de 2014, o próprio Governo da Bahia admitiu a gravidade da situação do rio quando o superintendente de Estudos e Pesquisas Ambientais da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Luiz Antônio Ferraro, afirmou: “É um problema muito sério. A gente precisa agir para não passar pelo que São Paulo está passando. É o rio que abastece Salvador. Não está no nível como São Paulo, mas se não quiser passar pelo perrengue paulista, a sociedade baiana tem que acordar para o rio Paraguaçu”.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios