Revoltado com namorada, lutador de jiu-jitsu mata hóspede em hotel

Postado em abr 20 2015 - 5:57pm por Jornal da Chapada
foto33

Lutador de jiu-jitsu, Rafael Martinelli Queiroz espancou um hóspede em um hotel sem motivo aparente | FOTO: Reprodução/Diário Digital |

O lutador profissional de jiu-jitsu Rafael Martinelli Queiroz, de 27 anos, morador de Araçatuba (SP), foi preso acusado de espancar até a morte Paulo César de Oliveira, de 49 anos, no hotel Vale Verde, em Campo Grande (MS). Segundo a polícia, a morte teria ocorrido na noite de sábado após o lutador agredir a namorada de 24 anos ao descobrir que o filho que ela espera não é dele. A moça conseguiu fugir pelos corredores e se esconder na recepção. Nervoso, o lutador foi atrás da namorada, quebrando objetos e arrombando portas de apartamentos onde a namorada pudesse estar escondida. No apartamento 216, ele encontrou Oliveira, que sem motivo aparente, foi espancado até a morte. A vítima, de acordo com a Polícia, não conhecia o casal e faria aniversário nesta segunda-feira.

O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac), no centro de Campo Grande e deve ser apurado pelo 1° Distrito Policial. Como é ponto facultativo na cidade, Queiroz, que foi preso em flagrante por homicídio doloso, só deverá contar sua versão em depoimento marcado para esta quarta-feira, informou o delegado plantonista do Depac Bruno Uruban. Também nesta quarta-feira, a Justiça deverá decidir sobre o pedido de prisão preventiva feito pelo delegado Tiago Macedo dos Santos, que atendeu o caso na noite de sábado. Enquanto isso, o lutador, que já foi campeão mundial de sua categoria em 2008, ficará preso na carceragem do Grupo Armado de Resgate e Repressão a Assaltos e Sequestros (Garras).

Segundo informações do Boletim de Ocorrência e da Polícia Civil, o casal estava no apartamento 221 do segundo andar do hotel. Queiroz participaria de uma competição na noite de sábado, mas antes disso se desentendeu e agrediu a namorada, que conseguiu sair do apartamento. Nervoso, o lutador saiu atrás da moça, batendo de porta em porta. No trajeto, quebrou forro de gesso, derrubou extintores e danificou portas de apartamentos, entre eles o de Oliveira, que foi espancado pelo lutador até morrer.

Saiba mais lendo matéria completa no Portal Terra…

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.