Prefeitos querem solução para os assaltos a bancos e caixas eletrônicos

Postado em jul 3 2015 - 12:47pm por Jornal da Chapada
foto

O secretário de Segurança Pública garantiu a nomeação dos cerca de 900 aprovados no concurso da Polícia Civil | FOTO: Reprodução/Fabiano dos Santos/Site Binho Locutor |

Um encontro entre o secretário de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA), Maurício Barbosa, e presidentes de consórcios de municípios que integram a União dos Municípios da Bahia (UPB) foi o palco de debates sobre o combate à criminalidade no interior baiano, em especial os ataques e explosões de caixas eletrônicos. A prefeita de Cardeal da Silva e presidente da UPB, Maria Quitéria, disse ter saído do encontro otimista. “A gente tem uma preocupação muito grande porque a população das nossas cidades fica com a sensação de insegurança diante dos ataques e os bancos começam a ter restrições no funcionamento, fazendo com que muitas pessoas tenham que se deslocar para outras cidades para resolverem suas coisas”, contextualizou a dirigente.

“Tivemos a oportunidade de solicitar ao secretário a manutenção das estruturas das delegacias no interior e também das companhias da Polícia Militar. Cobramos também uma efetividade maior nas rondas escolares e cursos de capacitação e aperfeiçoamento das guardas municipais, enfim, chamamos para uma parceria. O secretário mostrou suas metas e planejamentos e ficamos satisfeitos no sentido de estarmos buscando o melhor para a população”, descreveu a prefeita em entrevista à Tribuna.

Após demonstrar o panorama da segurança pública na Bahia, incluindo números criminais, Barbosa, por sua vez, apresentou o Pacto pela Vida aos gestores municipais e representantes de consórcios regionais. “Acredito que o município também tem um papel fundamental na segurança pública”, destacou o titular da SSP. Para ele, o diálogo com os administradores dos municípios baianos é uma maneira eficiente de interiorização do programa. “Os municípios podem sim ajudar, na formulação de projetos de leis que beneficiem a segurança da sua população, principalmente em relação a crimes contra instituições financeiras, um dos principais financiadores do tráfico de drogas”, lembrou Barbosa.

Diante da reivindicação dos gestores, o secretário garantiu o fortalecimento do quadro de agentes da polícia com a nomeação dos cerca de 900 aprovados no concurso da Polícia Civil, que vão iniciar o curso de formação no mês de agosto. “Reuniões como esta são imprescindíveis para deixar nós prefeitos a par da situação. O secretário apresentou dados importantes que vão nos fazer refletir sobre como ajudar”, ponderou Quitéria, que propôs ainda um pacto em torno da defesa da mulher. “Queremos que cada município tenha uma unidade de inteligência para atuar no combate a essa violência que tem crescido”, frisou.

Já o coordenador da Comissão de Segurança Pública da UPB, Antônio Silva Lemos, que também é prefeito da cidade de Araci, classificou o encontro como positivo por, segundo ele, abrir a discussão sobre o que está sendo realizado pelo estado nos municípios. Uma nova reunião será realizada ainda no mês julho para discutir ações conjuntas para a redução de crimes contra terminais de autoatendimento nas cidades do interior. Extraído ma íntegra da Tribuna da Bahia.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.