CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Polícia Federal pede ao STF para ouvir Lula em investigação da Lava Jato

foto
A assessoria do Instituto Lula informou que o ex-presidente está em viagem de trabalho à Argentina, e não tem conhecimento do documento | FOTO: Reprodução |

A Polícia Federal pediu autorização ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tomar depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na maior investigação em curso na Corte sobre a Operação Lava Jato. A informação foi antecipada nesta sexta-feira (11) pelo site da revista “Época”. Para justificar o pedido, o delegado Josélio Azevedo de Sousa diz que o petista “pode ter sido beneficiado pela esquema em curso na Petrobras”. A assessoria do Instituto Lula informou que o ex-presidente está em viagem de trabalho à Argentina, e não tem conhecimento do documento da Polícia Federal e por isso não vai comentar.

O inquérito apura a suposta participação de 39 políticos e operadores em esquema de distribuição de recursos ilícitos a agentes parlamentares do PT, PMDB e PP. “Atenta ao aspecto político dos acontecimentos, a presente investigação não pode se furtar de trazer à luz da apuração dos fatos a pessoa do então Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que, na condição de mandatário máximo do país, pode ter sido beneficiado pela esquema em curso na Petrobras, obtendo vantagens para si, para seu partido, o PT, ou mesmo para seu governo, com a manutenção de uma base de apoio partidária sustentada à custa de negócios ilícitos na referida estatal”, diz o pedido.

No pedido, a PF relaciona diversos trechos das delações premiadas de Paulo Roberto Costa – ex-diretor de Abastecimento da Petrobras suspeito de operar os desvios – e Alberto Youssef – doleiro que seria responsável por pagar propinas e lavar o dinheiro -, em que indicam anuência do ex-presidente ao esquema. Do Portal G1.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios