AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Incêndio florestal atinge Parque Nacional da Chapada Diamantina e preocupa moradores

foto
As localidades afetadas são conhecidas como a Volta do Morro, próximo ao Rio Moreira e ao Rio Paraguaçu | FOTO: Diana Gomes/Facebook |

O Parque Nacional da Chapada Diamantina foi atingido por um incêndio florestal de grande proporção na região do município de Mucugê, neste sábado (12), e preocupa moradores da região. Em contato com o Jornal da Chapada, alguns habitantes do município pediram auxílio na divulgação das imagens para sensibilizar e mobilizar a Defesa Civil do estado para auxiliar no combate aos focos. De acordo com informações do blog Café no Bule, as localidades afetadas são conhecidas como a Volta do Morro, próximo ao Rio Moreira e ao Rio Paraguaçu, onde também fica um dos pontos turístico, a Cachoeira Moça Loira.

Em publicação no Portal G1, a equipe de brigadistas que atua para apagar o fogo acusa um homem, que teria problemas mentais, de iniciar o incêndio. De acordo com eles, o suspeito já foi preso por causar incêndios anteriormente, mas sempre acaba solto e repete o crime. As chamas ainda não foram controladas. Segundo informações de Laura Maliarenko, vice-presidente da brigada voluntária de incêndios florestais Marchas e Combates, o fogo começou por volta das 12h do sábado e já há focos dentro do Parque Nacional da Chapada Diamantina. “No momento há cinco brigadistas voluntários tentando combater o incêndio, mas o fogo já se dividiu em várias ‘cabeças’”, contou Laura ao portal G1. Ela explica que o tempo seco e os ventos fortes, normais nesta época do ano na região, ajudam a espalhar o fogo.

Leia também:
Brigadistas contêm fogo no Parque Nacional da Chapada Diamantina e seguem monitoramento; entenda a situação

Conforme publicou o blog Café no Bule, o incêndio começou próximo à BA-142, cerca de três quilômetros da cidade da Mucugê e segue para dentro do Parque Nacional. O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra o parque, junto com as brigadas voluntárias do Assentamento Rosely Nunes, Barra da Estiva (Carcará), e de Mucugê (Marchas e Combates), está na região combatendo o incêndio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Na comunidade, donos de estabelecimentos doaram alimentos, carro para transporte de voluntários e tivemos muito apoio com a articulação e comunicação através do Contur. A prefeitura de Mucugê pouco ajudou. Os brigadistas voluntários de Barra da Estiva, que foram convocados pela prefeitura, que assegurou apoio, saíram da cidade revoltados, pois nem água tiveram”, apontam voluntários que atuaram no combate, em contato com o Jornal da Chapada.

Ainda segundo informações, a extensão da área queimada deverá ser determinada nos próximos dias, após uma equipe visitar a área e realizar avaliação. O ICMBio explicou que não há vítimas humanas nos focos que ocorrem na Chapada Diamantina. O registro de animais mortos será verificado, mas os agentes não se depararam com nenhum durante o atendimento.

A Agência Brasil também publicou texto sobre o incêndio no Parque Nacional da Chapada Diamantina, chamando a atenção para outro foco em Andaraí. Na publicação, é apontada que por causa do tempo seco e dos ventos, o fogo se alastra rapidamente pela vegetação, assim declarou o vigilante do parque José Milton Nepomuceno. “Já é o terceiro dia de fogo, se hoje [domingo] não apagarem, amanhã [segunda] vão usar uma aeronave para ajudar”, disse o funcionário do parque.

Segundo Nepomuceno, os incêndios são comuns nesta época do ano e trazem consequências para o ecossistema do parque. “A vegetação até se recupera, mas as árvores ficam pequenas depois. E muitos animais silvestres morrem: gambás, tatus e outros”, explicou. Jornal da Chapada com informações do Portal G1, do blog Café no Bule e da Agência Brasil. Matéria atualizada às 19h34 para correções de dados.

Confira vídeo publicado pelo blog Café no Bule:

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios