CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal

Parlamentar comunista gasta mais de R$ 4 mil em combustíveis em um só dia e no mesmo posto

foto5
O deputado federal, Daniel Almeida | FOTO: Jornal da Chapada |

Mesmo depois de ter ficado entre os deputados federais baianos que mais consumiram combustível, no mês de junho, utilizando a cota parlamentar, Daniel Almeida (PCdoB) continua com gastos elevados e intrigantes. Segundo informações do Portal da Transparência da Câmara de Deputados, o parlamentar consumiu mais de 1.287 litros de diversos tipos de combustíveis (etanol comum, óleo diesel, gasolina comum e aditivada), de uma só vez, na Serto Revendedora de Combustíveis, situada na Dijalma Dutra, Sete Portas, em Salvador.

Na http://www.camara.gov.br/cota-parlamentar/documentos/publ/1562/2015/5782824.pdf” target=”_blank”>nota fiscal, emitida no dia 2 de setembro, consta que o parlamentar desembolsou R$ 4.365,80 somente no estabelecimento. Também conforme notas fiscais emitidas em setembro, o deputado pagou, no dia 15, a quantia de R$ 629,13 em combustível no Hiper Posto no Caminho das Árvores; R$ 169,26 no Auto Posto Cumurupim, na Pituba; e R$ 134,18 no Geraldo Auto Posto, localizado na rua Coronel Flores, no município de Santana, no interior baiano. Até o momento, em setembro, ele utilizou R$ 5.298,74 da cota, cujo valor máximo é R$ 6 mil, para combustíveis.

foto5
Descrição de consumo do deputado em posto | FOTO: Reprodução/Nota Fiscal |

Conforme publicado no Portal da Transparência, Daniel Almeida é cliente assíduo da Serto Revendedora de Combustíveis. Ele utilizou o combustível do local em todos os meses do ano. Em janeiro, o valor gasto no posto foi de R$ 2.457,97, em fevereiro de R$ 2.014,27, em março de R$ 2.123,18. R$ 4.159,29 em abril, R$ 2.952,75 em maio, R$ 3.781,40 em junho, R$ 3.418,96 em julho e R$ 4.028,19 em agosto. Ao todo, na Serto Revendedora de Combustível, o deputado gastou R$ 29. 305,78.

Segundo o Varela Notícias, a assessoria de imprensa do deputado Almeida informou que ele não irá se pronunciar sobre os gastos, apenas esclareceu que a cota máxima não foi atingida e que o valor gasto está dentro do estabelecido pela Mesa Diretora da Câmara Federal. Ele também não explicou em quais veículos foram utilizados os mais de mil litros de gasolina comprados somente na Serto Revendedora de Combustível. Ainda de acordo com o Varela Notícias, a Serto afirmou que não comentaria o assunto.

foto5
| FOTO: Reprodução/Varela Notícias |

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas