Bahia: Vereador favorito para as eleições de 2016 é preso na Câmara de Camaçari

Postado em dez 10 2015 - 2:57pm por Jornal da Chapada
foto5

O presidente do DEM defende o vereador Elinaldo e ataca o PT. Caetano, por sua vez, diz se sentir surpreso com a ação | FOTO: Montagem/Reprodução |

O vereador do município de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, Antônio Elinaldo (DEM), foi preso na manhã desta quinta-feira (10) por desvio de impostos estaduais. O edil teria sido preso dentro da Câmara Municipal da cidade. Elinaldo é líder nas intenções de votos na cidade e foi levado para a Delegacia de Crimes Econômicos e contra a Administração Pública (Dececap) em Salvador. Procurado por meios de comunicação da capital, o deputado federal e ex-prefeito da cidade, Luiz Caetano (PT), disse ter recebido “com surpresa” a prisão do adversário político.

“Eu não sei qual foi o motivo da prisão dele. Quero saber qual foi o motivo para depois me pronunciar”, disse, em entrevista ao site Bahia Notícias. Ainda de acordo com Caetano, a prisão não muda o quadro político do município para 2016, “pois ele Elinaldo já não era favorito”. “As pesquisas não condizem com a realidade do município”, concluiu.

O presidente do DEM de Camaçari, Hélder Almeida, classificou a prisão do vereador Antônio Elinaldo como uma “armação do PT”. Ainda de acordo com Almeida, o partido do governador Rui Costa está acuado com o crescimento de Elinaldo. “Desde 2014, quando ele despontou como deputado mais votado, o governo e a Polícia Civil inventaram e criaram um dossiê colocando ele como chefe do crime organizado e começaram a fazer esse tipo de coisa”, especulou.

Ainda de acordo com Hélder Almeida, “essa medida é para desmoralizar Elinaldo”. “Essa medida é para desmoralizar Elinaldo. A gente estava preocupado com isso, pois vemos que vivemos um regime de exceção. O PT acha que é dono de tudo, da verdade, agora, Elinaldo, que é uma ameaça real a derrotar o PT em Camaçari, os caras fazem isso. É um ato de perseguição política. Não tem sentido”, definiu.

Nota da Draco
O Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) emitiu nota técnica informando que o edil “foi preso para coleta de provas da acusação de exploração de jogos de azar, sonegação fiscal, formação de organização criminosa e lavagem de dinheiro”. Ainda segundo a nota, “diante da gravidade dos fatos imputados ao vereador, o Ministério Público do Estado da Bahia de Camaçari, organizou uma força tarefa formada por seis promotores e deflagrou ação penal já aceita pela Justiça Estadual”.

A esposa do vereador de Camaçari, Ivana Paula de Souza da Silva, também é alvo da investigação. Foram pedidos pelo Ministério Público e determinados pela Justiça Criminal: prisão preventiva de Antônio Elinaldo, Cristiano Araújo da Silva, Ivan Pedro Moreira de Souza e Pedro de Souza Filho; o bloqueio dos valores nas contas correntes dos denunciados; o fechamento oficial dos boxes 294, 295, 296 do jogo do bicho no Centro Comercial de Camaçari. O possível enriquecimento ilícito da organização criminosa, segundo as investigações, é estimado em R$ 5 milhões. As informações foram extraídas dos sites Bahia Notícias e Política Livre .

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.