Chapada: Ifba de Seabra oferece curso de extensão em música; confira aqui

Postado em fev 22 2016 - 5:47pm por Jornal da Chapada
foto6

Projeto de extensão do Campus Seabra do Ifba oferece aulas de canto e instrumentos para estudantes e servidores | FOTO: Marivaldo Oliveira/GeCom/Ifba Seabra |

O projeto Curso de Canto Coletivo, do Instituto Federal da Bahia (Ifba) Campus Seabra, localizado na Chapada Diamantina, idealizado pelo professor Eric Barreto, reúne mais de 20 estudantes em torno da arte de combinar sons. O objetivo é formar um coral que executará arranjos vocais com o acompanhamento instrumental. Ao lado dessa iniciativa, o docente também oferece aulas de violão e percussão para alunos e servidores, além de contribuir com a banda Cidade das Rosas, do Colégio Estadual Letice Oliveira Maciel.

“A ideia é promover a educação musical. O canto é uma prática milenar. Através dele, pode-se conhecer melhor o próprio corpo, as possibilidades vocais, o uso adequado da voz, repertórios variados e as culturas que eles representam. O canto coletivo, por exemplo, é uma prática bastante antiga e difundida na cultura ocidental”, esclarece o docente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nas tardes das quartas e manhãs das quintas-feiras, os alunos têm encontros marcados com o universo musical. “Queria tocar violão, mas nunca fiz curso. Sempre gostei de cantar. Aproveitei a oportunidade e me inscrevi no grupo. Já aprendi a dominar a minha voz”, declara a jovem Rebeca Leão, 1º ano do curso técnico integrado de Informática.

Todas as quintas-feiras, no turno matutino, nove servidores do campus adentram no universo da música. Alguns cantam, outros tocam. Mauro Sérgio Leite, técnico de informática, adquiriu logo seu violão e realizou um sonho antigo. “Já tive aula de canto no ensino fundamental. No colégio, tive aula de instrumentos e fiz parte da fanfarra, tocando tarol. Essa foi a semente da música em minha vida”, relata o servidor.

Até o fim deste ano, quando os grupos coordenados pelo professor Eric estiverem mais consolidados, as apresentações públicas serão mais frequentes. Até o momento, o grupo já compartilhou seus dotes artísticos durante a Semana Preta, que aconteceu em dezembro do ano passado no próprio campus. Na sequência, serão oferecidas novas vagas, com participação da comunidade externa. Com informações da GeCom do Ifba em Seabra.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.