Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia

Bahia: Onda de assaltos a bancos continua no interior do estado

foto6
Somente no mês de fevereiro a Chapada Diamantina teve três cidades atingidas pelo mesmo crime | FOTO: Reprodução/Blog Braga |

Mais dois municípios da Bahia, dessa vez ambos localizados na região oeste do estado, foram alvos da ação de bandidos na madrugada desta quarta-feira (2). Os casos ocorreram em Santa Rita de Cássia e em Correntina. Ainda não há informações se os ataques foram promovidos pela mesma quadrilha. Em Inhambupe, na região Nordeste, uma agência bancária também foi explodida nesta semana. Com mais essas duas explosões, já são, pelo menos, seis registradas no estado nesse início de 2016. Somente no mês de fevereiro a Chapada Diamantina teve três cidades atingidas pelo mesmo crime. Foram elas, Jacobina, João Dourado e Seabra.

Em Santa Rita de Cássia, segundo a Polícia Civil, cerca de 10 homens armados realizaram um ataque conjunto e quase simultâneo contra as agências do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e uma Casa Lotérica. Os crimes ocorreram por volta das 2h e duraram cerca de 30 minutos.

foto6
Os crimes ocorreram por volta das 2h e duraram cerca de 30 minutos | FOTO: Reprodução/Blog Braga |

Além dos estabelecimentos, a quadrilha disparou contra as sedes das polícias Civil e Militar. Das unidades invadidas, as autoridades policiais do município relatam que os criminosos só conseguiram levar dinheiro do Banco do Brasil. Já em Correntina, os ataques ocorreram no distrito de Rosário, por volta das 4h.

Conforme a Polícia Militar, cerca de seis homens armados explodiram um caixa de autoatendimento do Bradesco. A polícia ainda relata que o grupo tentou atacar uma cooperativa de crédito, mas não conseguiu efetivar a explosão. A quadrilha fugiu em dois carros. Com informações do G1 BA.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios