CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Itaberaba: Prefeito se manifesta sobre operação da PF e diz que a oposição distorce os fatos

prefeito
O prefeito João Almeida Mascarenhas Filho | FOTO: Montagem do JC |

Por meio de rede social, o prefeito do município de Itaberaba, João Almeida Mascarenhas Filho (PP), se manifestou sobre a devassa da Polícia Federal (PF) em órgãos da prefeitura nesta terça-feira (31). Segundo o gestor progressista, ele se encontra tranquilo e dá sua versão do caso. “Quero tranquilizar a população itaberabense acerca da operação da Polícia Federal deflagrada hoje [terça] nas cidades de Itapetinga, Vitória da Conquista e na nossa cidade. Primeiramente, esclareço que estou tranquilo e sempre me mantive à disposição das autoridades, sejam estaduais ou federais, para prestar todo e qualquer esclarecimento”, declara.

Fontes ligadas ao Jornal da Chapada afirmam que a situação foi constrangedora e há narrativas de que a PF usou da força para adentrar na residência de João Filho, caso que ainda não foi confirmado. Confirmação mesmo é que foram cerca de 40 agentes federais que cumpriram mandados de buscas e apreensões em órgãos públicos municipais. O gestor diz que “a administração forneceu com tranquilidade e transparência toda a documentação solicitada, inclusive sendo elogiado pelos agentes quanto à organização das secretarias municipais”.

Leia também:
Chapada: PF faz devassa em órgãos da prefeitura de Itaberaba; entenda o caso
Chapada: Polícia Federal deflagra operação em Itaberaba e cumpre mandados por fraude de R$ 57 mi

Ainda em nota nas redes sociais, o prefeito João Filho lembrou que o ano é eleitoral e que a oposição distorce as informações para lhe prejudicar. “Em um momento pré eleitoral lamenta-nos que os adversários políticos tentem utilizar fatos como esse, com notórias distorções, na tentativa de desestabilizar uma gestão séria, atuante e compromissada com o bem comum, na vil tentativa de confundir nosso eleitorado”, completa o gestor do PP.

Vale lembrar que a Polícia Federal fez busca e apreensão de documentos em secretarias municipais como a de Administração e Educação, no Gabinete do Prefeito, além de residências de servidores da prefeitura. A PF aponta que pessoas envolvidas na operação estão ligadas em fraudes de licitações para serviços de transporte escolar com recursos federais em Itaberaba e em outros municípios do interior da Bahia. As fraudes chegam a R$ 57 milhões.

Jornal da Chapada

Leia também:
Chapada: OAB impugna concurso público de Itaberaba; novo edital deve ser lançado
Chapada: Processo que acusa João Filho por crime de responsabilidade será instruído em Itaberaba

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios