Brasil: Publicitária admite propriedade de polêmico triplex atribuído a Lula

Postado em ago 19 2016 - 2:00pm por Jornal da Chapada
nelcin

O relatório concluído foi entregue pela PF à Justiça na sexta-feira da semana passada e divulgado nesta quinta | FOTO: Reprodução |

A publicitária Nelci Warken admitiu ser dona de um triplex localizado no Guarujá, alvo de investigação da fase Triplo X, da Operação Lava Jato e foi indiciada pela Polícia Federal (PF). Muito foi especulado sobre o apartamento, principalmente que ele seria posse do ex-presidente Lula, proveniente de supostos esquemas de propinas com empreiteiras. A informação não foi confirmada pelas autoridades.

O relatório concluído foi entregue pela PF à Justiça na sexta-feira da semana passada e divulgado nesta quinta (18) pelo juiz Sérgio Moro. Além de Nelci, também foram indiciados funcionários da empresa Mossack Fonseca no Brasil: Maria Mercedes Riaño, Luis Fernando hernandez, Rodrigo Andrés Cuesta Hernandez, Ricardo Honório neto e Renata Pereira Britto, além do empresário Ademir Auada, intermediário de negócios para a empresa. Lula e seus parentes não foram envolvidos. Com informações da Revista Fórum.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.