Secretaria de Segurança diz que número de prisões em flagrante dobrou na Chapada Diamantina

Postado em ago 26 2016 - 7:54pm por Jornal da Chapada



ssp

Dados da Região Integrada de Segurança Pública-Chapada foram discutidos em reunião realizada na sala de crise do Centro de Operações e Inteligência da SSP | FOTO: Reprodução/SSP-BA |

Mais mandados cumpridos, prisões em flagrante, armas de fogo e drogas apreendidas. Esses foi o balanço das polícias Civil e Militar responsáveis pela Região Integrada de Segurança Pública-Chapada (Risp/Chapada), que reúne as Áreas Integradas de Irecê, Itaberaba e Seabra. Os dados foram apresentados na manhã desta sexta-feira (26), na sala de crise do Centro de Operações e Inteligência, Centro Administrativo da Bahia. No total, 40 municípios da região e entorno da Chapada Diamantina compõem a Risp/Chapada. Entre os meses de janeiro e julho deste ano, a produtividade policial dobrou no quesito prisões em flagrante.

Enquanto 358 pessoas foram presas pela PM em 2015 no período, este ano, o número subiu para 734, um aumento de 105%. Também foram registrados, em 2016, 234 termos circunstanciados a mais, em relação a 2015. O secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, avaliou como positiva as ações das polícias da região. “Não podemos mensurar as ações policiais apenas pelos índices criminais. Os dados de produtividade são indispensáveis para observarmos o que e quais os resultados dos esforços das equipes”, afirmou, parabenizando o desempenho dos policiais.

De acordo com as autoridades locais, o número de armas apreendidas também cresceu, passando de 213, em 2015, para 353 este ano, assim como a quantidade de drogas, que foi de 138 quilos em 2015 e 300 kg em 2016. No encontro, onde também foram apresentados dados de mandados cumpridos – 84 em 2015 e 110 em 2016 – representantes do Tribunal de Justiça, Ministério Público e Defensoria Pública deram contribuições para a melhoria da segurança oferecida no interior do estado. Ao final da reunião, os policiais que atuam no interior conheceram a estrutura do Centro de Operações e Inteligência, sua aplicação e potencialidades para o auxílio nas operações também realizadas nos demais municípios baianos. As informações são da SSP-BA.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.