Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Suíca rebate Aleluia e cobra ações da prefeitura: “A arte de rua também tem seu valor”

suica
O edil petista criticou a peça de autoria do democrata Alexandre Aleluia | FOTO: Reprodução |

O líder do Partido dos Trabalhadores, na Câmara de Vereadores de Salvador, Luiz Carlos Suíca, considerou esdrúxulo o projeto de lei que pede multa para artistas de rua. Nesta sexta-feira (17), o edil criticou a peça de autoria do democrata Alexandre Aleluia, que sugere R$ 3 mil como valor da multa para quem pichar imóveis públicos ou privados na capital.

“É um debate copiado de São Paulo, com as mesmas falhas, e falta conhecimento de causa também sobre o assunto. A arte de rua tem seu valor e se o objetivo é reduzir a pichação de forma indiscriminada, precisamos incluir esses artistas por meio de projetos sociais, nas escolas, nas praças, com a realização de oficinas, por exemplo”.

Suíca diz ainda que a questão deve ser debatida com os artistas, até pelo fato do trabalho deles estarem “enriquecendo a cultura de rua e a arte periférica”. “É vergonhoso para Salvador, uma cidade colorida e diversa, dar atenção para esse tipo de debate. A gestão de São Paulo mesmo, com Doria [PSDB], foi ridicularizada. Ele apagou os murais de grafite e piches, pintando tudo de cinza”, detalha.

De acordo com Suíca, a questão envolve artistas que usam seus murais para expressar e apontar para assuntos que lhes incomodam. O edil petista diz que as políticas de inserção à cultura devem suprir as demandas das ruas, dos bairros periféricos e de movimentos e coletivos que tratam do assunto.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios