Governo investe mais de R$ 7 milhões em projetos de inclusão produtiva para comunidades indígenas

foto5

Entre as ações voltadas para os povos indígenas estão os investimentos realizados por meio dos editais do Bahia Produtiva | FOTO: Reprodução/SDR |

Com o objetivo de garantir a ampliação das ações junto aos povos indígenas, o Governo da Bahia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), tem promovido um conjunto de políticas públicas estratégicas que visam, entre outros aspectos, a superação da pobreza rural e a inclusão socioprodutiva dessa população.

Entre as ações voltadas para os povos indígenas estão os investimentos, na ordem de R$ 7,7 milhões, realizados por meio dos editais do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR). Os recursos são destinados a projetos de inclusão produtiva e assistência técnica e extensão rural (Ater), em 14 comunidades indígenas, beneficiando 550 famílias, em oito Territórios de Identidade do estado. Ainda neste ano, o Bahia Produtiva deve lançar um edital específico para povos indígenas.

Os convênios foram celebrados entre a CAR/SDR e as Associações/Cooperativas dos Povos Indígenas, que irão gerenciar os recursos e executar projetos de Casa de Farinha, Quintais Agroflorestais, Viveiro de Mudas, Criação de Ovinos e Caprinos, Criação de Galinha Caipira, Horta Comunitária, Unidade Multiplicadora de Palma, Kit de Irrigação e Assistência Técnica.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, destaca as ações realizadas pela secretaria como os editais do projeto Bahia Produtiva, aquisição de barracas de feiras padronizadas, mecanização agrícola, acesso à água para produção, assistência técnica, distribuição de sementes e viveiros de mudas para reflorestamento de córregos e áreas de matas ciliares, entre outras.

“O Governo do Estado, por meio da SDR, busca fortalecer a inclusão socioprodutiva das comunidades indígenas, pois é um povo que precisa de oportunidades para ofertar seus produtos valiosos e saudáveis. Não podemos esquecer que os povos indígenas carregam nossa ancestralidade e têm promovido ações que vão desde a preservação ambiental, cultural e política, assim como a contribuição para a produção de riquezas para a nossa Bahia e Brasil”, afirma Rodrigues.

Nos últimos dez anos, o Governo do Estado vem investindo em ações voltadas para as comunidades indígenas como a implantação de unidades de beneficiamento de mandioca, viveiros de mudas, pontos de comercialização e apoio a cadeias produtivas como a da caprinovinocultura e piscicultura. Mais informações estão disponíveis no site da SDR.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.