#Bahia: Resultado de operação do feriado do Dia do Trabalhador é divulgado pela PRF

Publicidade
Postado em maio 3 2017 - 10:03am por Jornal da Chapada
prf

O esforço na fiscalização teve como consequência a redução de quase todos os indicadores observados | FOTO: Reprodução |

A Superintendência Regional de Polícia Rodoviária Federal na Bahia (SPRF-BA) divulgou os dados da Operação do dia Mundial do Trabalhador, ocorrido até as 24h da última segunda-feira (1º). Equipes extras formadas por policiais de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Tocantins, Alagoas, Roraima e Sergipe reforçaram a presença da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O emprego dos recursos humanos e materiais em pontos estratégicos resultou no crescimento de 25,29% no número de pessoas fiscalizadas e de 18,25% no de veículos fiscalizados. Chamou a atenção a quantidade de veículos flagrados transportando crianças sem cadeirinha, bebê conforto ou assento de elevação, que saltou de quatro em 2016 para 19 neste ano, 375% a mais. O período de análise compreende os quatro dias entre 28 de abril e 1º de maio de 2017 e a comparação é feita com os quatro dias entre 29 de abril e 2 de maio de 2016.

O esforço na fiscalização teve como consequência a redução de quase todos os indicadores observados. O total de acidentes retraiu de 68 para 46, representando 32,35% menos ocorrências. Os acidentes graves tiveram redução ainda mais acentuada, de 56%, saindo de 25 em 2016 para 11 em 2017. Já o número de pessoas feridas caiu de 68 para 40, ou seja, 41,18% a menos. A quantidade de pessoas mortas, porém, cresceu. Neste ano, 13 pessoas morreram no período do feriadão do Dia do Trabalho, enquanto no ano passado esse número foi de oito pessoas. O aumento foi de 62,5%. Analisando-se as causas dos acidentes responsáveis pelos óbitos é possível observar que apenas um acidente ceifou a vida de 61,5% das pessoas no período.

Foi uma colisão frontal ocorrida na madrugada do dia 30, em Itabela, região Sul da Bahia, quando oito pessoas morreram. As vítimas estavam em um mesmo carro com capacidade para cinco ocupantes. Os acidentes fatais foram do tipo queda de ocupante de veículo, saída de pista, atropelamento de pedestre e colisão frontal. As ultrapassagens em local proibido, manobras responsáveis pelos acidentes do tipo colisão frontal, os que mais vitimam pessoas, também foram verificadas com mais frequência este ano. Em 2016, 251 condutores receberam notificações em razão desta infração, enquanto em 2017 foram 739, aumento de 194,4%.

Também se verificou maior ocorrência de motoristas fazendo uso de álcool na direção de veículo automotor na comparação com o ano passado, quando 18 pessoas foram autuadas. Agora, 42 motoristas foram notificados, 133,3% a mais. Sete desses foram também presos, pois apresentaram teor alcoólico que configura crime de trânsito. O número de pessoas transitando em motocicletas sem capacete mais que dobrou. A quantidade saiu de 43 para 89, 106% a mais. Já a infração de excesso de velocidade subiu 9,3%, saindo de 1505 para 1645 imagens capturadas pelos radares. Jornal da Chapada com informações da PRF.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.