CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal

Chapada: Estudos para implementação da barragem de Casa Branca em Mucugê já foram iniciados

foto
De acordo com a SIHS, o prazo estimado para a conclusão dos estudos é de 90 dias | FOTO: Arquivo/Mário Marques |

Mudar a realidade dos que residem em Mucugê e região da Chapada Diamantina, no que diz respeito à segurança hídrica. Com este intuito, o governo do estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura Hidríca (SIHS) dá largada aos estudos para a implementação da barragem de Casa Branca, de forma a tirá-la do papel o quanto antes e assim beneficiar uma população estimada em 6,6 mil habitantes. O prazo estimado para a conclusão é de 90 dias. O total orçado para a obra, que será realizada pela Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), empresa vinculada a SIHS, é R$ 54.020.000,00.

Nesta primeira etapa, possível após a assinatura de um termo de compromisso entre o executivo estadual e o Agropolo, que assegurou R$ 10 milhões, técnicos já verificam as jazidas para a produção de areias artificiais, assim como os resultados dos ensaios para a utilização das areias e pedras, o dimensionamento do filtro vertical da barragem de terra, o dimensionamento do sistema de rebaixamento do lençol freático para as escavações obrigatórias e o dimensionamento do sistema de ancoragem do vertedor da barragem. Também consta na lista, a identificação de estradas existentes na área do lago e estudo de possíveis relocações, revisão de custos unitários dos serviços (inclusive hidromecânicos), edição do quadro de origem-destino, revisão das especificações da barragem e revisão geral da planilha orçamentária da obra.

barragem
A barragem de Casa Branca é projetada para armazenar 22,37 milhões de metros cúbico de água | FOTO: Arquivo/Mário Marques |

“Transformar Casa Branca em realidade trata-se de um compromisso de governo, afinal estamos falando de um pleito antigo da população e dos produtores da região e que se tornou ainda mais importante após a estiagem que vem assolando o semiárido desde o ano de 2011 e que tem tido fortes reflexos na área agrícola produtiva do alto Paraguaçu”, destacou Peixoto, complementando que a obra garantirá segurança hídrica à região, dando suporte à atividade da agricultura irrigada. “Gerando emprego, renda e um incremento de 1.100 hectares de cultivo irrigado”, comemorou.

A barragem de Casa Branca é projetada para armazenar 22,37 milhões de metros cúbico de água, numa área total inundada de 394,0 hectares, com a construção de uma banca de 372,0 metros de comprimento, 5,0 metros de largura e altura total de 28,0 metros. O Agropolo hoje é o principal produtor de hortaliças do Nordeste e gera, em situação de normalidade hídrica, mais de 6.000 empregos diretos (IBGE), com base na agricultura irrigada.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios