CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde

#Bahia: Guitarrista baiano de banda de forró estava em ônibus acidentado em Minas Gerais

foto1
O amigo do músico e produtor da banda, Edivaldo da Silva, disse que Airton  Lee tinha ido a São Paulo para pegar equipamentos para fazer um show no São João de Euclides da Cunha | FOTO: Reprodução |

O acidente envolvendo um ônibus que saiu de São Paulo com destino a Euclides da Cunha deixou entre os 11 mortos o guitarrista e empresário baiano Airton Lee, de 46 anos, da banda de forró ‘Desejo de Mulher’. O acidente ocorreu após o ônibus sair da pista e capotar, na BR-251, próximo a Salinas, em Minas Gerais, na madrugada da última segunda-feira (19). Ao menos 19 pessoas ficaram feridas, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O amigo do músico e produtor da banda, Edivaldo da Silva, disse que Lee tinha ido a São Paulo para pegar equipamentos para fazer um show no São João de Euclides da Cunha, cidade onde o músico e empresário nasceu. “Ele veio pegar esses equipamentos de iluminação para o show. Ficou aqui comigo em São Paulo na sexta, no sábado e no domingo. Deixei ele na Fernão Dias, onde ele pegou esse ônibus que é de um amigo dele e que faz linha clandestina. Ele saiu às 9h30 da manhã do domingo”, destacou.

foto
Ônibus saiu da pista e capotou próximo a Salinas – entre os mortos está um bebê de dois meses | FOTO: Reprodução |

Edivaldo afirmou que nenhum outro integrante da banda estava no veículo no momento do acidente. Airton Lee foi quem fundou a banda de forró há 14 anos. “Ele também já tocou há algum tempo com Pepeu Gomes e outros artistas. Era muito talentoso. Tinha uma agenda de shows agora em junho e infelizmente isso acontece. Falei com a mulher dele agora há pouco e ela estava indo lá para Minas Gerais, onde ocorreu o acidente. Estamos todos arrasados”, disse.

O motorista que dirigia o ônibus fugiu. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), confirmou que o ônibus que capotou pertence a empresa MJ Turismo, que está proibida de transportar pessoas desde 2015. Antônio Pereira Júnior, 75 anos, proprietário da MJ Turismo disse que o ônibus não passa pela rodoviária, que pega as pessoas ao longo do caminho. Ele informou que 30 pessoas faziam a viagem, inclusive ele. Segundo Júnior, ele ficou de ir ainda nesta segunda à delegacia da cidade, para prestar depoimento.

Através de nota, a prefeitura de Euclides da Cunha manifestou pesar pelas mortes ocorridas no acidente e se solidarizou aos amigos e parentes das vítimas. O prefeito Luciano Pinheiro também decretou luto oficial por três dias, a partir da segunda. Jornal da Chapada com informações do G1.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios