Chapada: Brigadistas são contratados para atuar nas bases de Palmeiras, Mucugê e dos Três Mirantes

Postado em ago 6 2017 - 10:36am por Jornal da Chapada
foto

Mês de agosto é iniciado com ações prioritárias para garantir a eficiência no combate aos incêndios florestais | FOTO: Reprodução |

O Parque Nacional da Chapada Diamantina (PNCD) contratou mais 30 brigadistas na última terça-feira (2) formando um efetivo de 42, que estão sendo distribuídos entre as bases de Palmeiras, Mucugê e três mirantes. Pela primeira vez o PNCD conta com uma base própria para sua brigada de incêndios florestais em Mucugê, inaugurado na mesma ocasião, e deu início ao Sistema de Mirantes.

A ação é resultado do processo de regularização fundiária da Unidade de Conservação (UC), que adequou uma das edificações da área indenizada para receber os brigadistas e os equipamentos. Assim, o PNCD avança nos esforços de combate, passando a operar com duas bases. A recém-inaugurada e a já existente em Palmeiras.

De acordo com o gerente do fogo do PNCD, Luiz Coslope “Mucugê possui uma localização centralizada, portanto, estratégica. Isso otimiza, consideravelmente, o tempo de resposta de combate nas localidades leste e sul do Parque”. A boa localização já foi comprovada em outros anos, como em 2016, quando foi firmada uma parceria com a prefeitura municipal, que cedeu uma casa para esta finalidade.

Monitoramento de incêndios
O Sistema de Mirantes é uma das principais formas de evitar com que o fogo se alastre e cause grandes prejuízos ambientais. Por isso, a partir de agora, a Unidade de Conservação dispõe de três pontos destinados ao monitoramento de incêndios, que estão localizados em Guiné (Mucugê), Capa Bode (Mucugê) e Pico da Batávia (Ibicoara). Cada um conta com uma dupla de brigadistas de plantão diariamente, responsável por acionar a base a qualquer sinal de fogo.

O Instituto de Conservação do Meio Ambiente e Biodiversidade Chico Mendes (ICMBio) contrata todos os anos, temporariamente, um efetivo de 42 brigadistas que são distribuídos entre as bases de Palmeiras, Mucugê e os mirantes. Este ano, o diferencial, além da base própria em Mucugê, será o efetivo de 48 brigadistas que serão contratados até o mês de setembro. “Devido à forte seca que acometeu a região no primeiro semestre, conseguimos um adicional de contratação de seis brigadistas, que foi realizada no mês de abril”, explica Coslope. Jornal da Chapada com informações da assessoria do PNCD.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.