Chapada: Prefeito de Iraquara grava áudio e culpa o governo Rui por retirar famílias de área ocupada

Postado em nov 10 2017 - 3:04pm por Jornal da Chapada
foto

O prefeito Edimário Novais diz que nunca tentou retirar as famílias do terreno da EBDA e critica a postura do governo estadual |
FOTO: Montagem do JC |

O prefeito do município de Iraquara, na Chapada Diamantina, Edimário Novais (PSD), emitiu um áudio e um vídeo (de rede social) para a população dizendo que nunca entrou na justiça para reaver o terreno de fazenda inativa da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) ocupada por 1,8 mil famílias do Movimento de Sem Teto (MSTS). Ele afirmou que o caso é de responsabilidade do governo de Rui Costa (PT). Nesta sexta-feira (10), as famílias que ocuparam o terreno da EBDA disseram que foram alvo de intimidação e que a ação era uma questão política, já que não havia documento algum de reintegração de posse nem aviso prévio. No áudio encaminhado ao Jornal da Chapada, o prefeito ainda diz que o governo do Estado tinha de olhar mais para a “classe pobre”.

“Eu não entrei em momento nenhum na Justiça [para fazer a retirada das pessoas que lotearam terreno do governo] porque o Estado, desde quando cheguei em Iraquara, há mais de 30 anos, que conheço esse terreno. Uma área muito grande e quase nenhum benefício. Nada mais justo do que o governo já tivesse feito um projeto de moradia para famílias carentes, que tanto tem no município de Iraquara. Digo isso porque vim de família pobre e sei as dificuldades que tem um cidadão de família sem ter onde morar”, salienta o gestor do PSD.

“O governo do estado, o poder público em geral, tem de olhar mais para a classe pobre. São essas famílias que precisam do nosso apoio, tanto do governo do Estado, como do Governo Federal. Dar o lote de terra para essas famílias, talvez seja um pouco mais difícil dar uma casa completa para todos cidadãos do país. O que acho que deveríamos que ter é o Estado, ou o Estado passar para o município, e se organizar e dar um lote de terra para quem precisa. Não sou a favor de tirar ninguém à força”, pontua. O áudio completo pode ser conferido no final da matéria.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mais denúncias
Em outro áudio, enviado por membros do MSTS, que ocupam a área da EBDA em Iraquara, uma nova denúncia chamou a atenção. Alguns moradores da cidade confirmam “o uso da máquina pública para beneficiar determinados setores da sociedade, enquanto a população se humilha para atendimento em hospital”. O áudio vai de encontro com o que divulgou o prefeito Edimário e acusa até senador da República de comandar a cidade.

Segundo as informações, o mesmo grupo que quer o terreno da EBDA é o grupo que comanda a saúde de Iraquara. “E da educação, dos carros de linha para transportar alunos. Dizem que Lajedinho é de Otto Alencar e aqui também dizem isso. O hospital é comitê em época de campanha”, diz um morador em áudio. Membros do MSTS dizem que o povo não reivindica hospital com medo de represálias. “O hospital não é público, é particular. O comando é dele [do prefeito Edimário]. Atende pelo SUS [Sistema Único de Saúde], mas o comando é dele. Então as pessoas têm medo. Principalmente se tem familiar idoso”, aponta outro trecho do áudio.

Ainda no arquivo enviado ao Jornal da Chapada, um dos moradores faz uma curiosa análise política e lembra que ano que vem é ano eleitoral. “Não reivindicamos porque o Estado hoje é comandando por Otto Alencar. Então esse cara do PT [de Iraquara] que está no jogo foi usado para enfraquecer o PT na cidade. Otto Alencar hoje está do lado do governador, mas e amanhã? Ao longo da vida ele teve como? Era do outro lado. Da direita. Quem diz que ele está satisfeito e na próxima não vai votar com ACM Neto? Aí, o interior da Bahia é dele. Diz que o bom filho a casa retorna. Porque uma ação dessa aí do governo do PT [é desproporcional] – anda falando que é o governo que mais construiu moradia e acontece uma coisa dessa”.

Jornal da Chapada

Ouça a íntegra do áudio do prefeito de Iraquara

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

3 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.