CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Marcelo Veiga quer mais políticas ambientais e de saneamento em comunidades rurais da Bahia

Veiga destaca que sua atuação nas comissões da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) vai sempre envolver os trabalhadores | FOTO: Divulgação |

Titular de três comissões na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o deputado estadual Marcelo Veiga (PSB) quer mais políticas ambientais, saneamento básico, ações para recuperação de rios e meios para a convivência com a seca nas zonas rurais dos municípios baianos, além de ações para saúde e fiscalização. Nesta terça-feira (11), o parlamentar disse que “com medidas efetivas é possível manter os produtores rurais e agricultores familiares em seus locais de origem”. Veiga destaca que sua atuação nas comissões da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) vai sempre envolver os trabalhadores. Ele assume a titularidade nas comissões de ‘Saúde e Saneamento’, ‘Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle’ e ‘Meio Ambiente, Seca e Recursos Hídricos’.

“Quero apresentar alguns pontos importantes que podem contribuir para o debate sobre convivência com a seca em municípios de diferentes regiões do estado. Acesso a créditos, renegociação de dívidas, políticas de beneficiamento, além de novos sistemas de abastecimento de água, construção de cisternas, limpeza de aguadas, são algumas das indicações que vamos apresentar. Também quero trazer o sertanejo baiano para os debates nessa comissão. Que ele ou ela traga suas demandas para procurarmos um meio de solucionar. Vamos atuar nas comissões ouvindo sempre o trabalhador e suas necessidades”, informa.

Marcelo Veiga frisa também que é importante para o governo baiano ouvir e assimilar as demandas da população rural. Ele ainda diz que vai acompanhar os debates e as obras em andamento, como a questão de licenças ambientais para empreendimentos, e ações de revitalização de mananciais, como o Rio Utinga, na Chapada Diamantina. “Queremos que aconteça uma fiscalização mais rígida quando se trata de recursos naturais. E precisamos atuar para garantir a segurança e acesso à água, mas preservando sempre os rios”, completa.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas