CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia
Trending

Chapada: Operação conjunta cumpre mandados de busca e apreensão na zona rural de Macajuba

Essa operação aconteceu na zona rural do município chapadeiro e ao menos 40 policiais militares e civis e 12 viaturas participaram da ação no povoado de Nova Cruz.

A quinta-feira (19) foi de operação integrada para os policiais que atuam na 12ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin de Itaberaba) e unidades do Comando de Policiamento Regional da Chapada Diamantina. É que por volta das 4h da manhã mandados de busca e apreensão foram realizados em residências de diversos membros da comunidade de ciganos no município de Macajuba. Eles são acusados de vários crimes como posse de armas, agiotagem, estelionato e homicídios. Um idos de 68 anos foi preso na operação (veja aqui).

Essa operação aconteceu na zona rural do município chapadeiro e ao menos 40 policiais militares e civis e 12 viaturas participaram da ação no povoado de Nova Cruz. De acordo com dados publicados pelo site Ruy Barbosa Notícias, o efetivo policial foi dividido em cinco equipes conjuntas com militares e civis.

Veja mais fotos da operação

Este slideshow necessita de JavaScript.

A operação foi exitosa e os quatro mandados foram cumpridos. Ainda foram localizados dezenas de notas promissórias, cartões bancários e de benefícios sociais, além de folhas de cheque em nome de pessoas diferentes – o que indica ação de agiotagem. Também houve apreensão de um revólver calibre 38, 18 cartuchos e oito estojos do mesmo calibre em uma das residências.

De acordo com os dados divulgados pelo site Ruy Barbosa Notícias, o dono da casa onde o material foi encontrado foi conduzido para a delegacia de Macajuba. Trata-se de Adalto Costa Silva. Ele e outros ciganos emprestavam dinheiro a juros altos e ficavam com os cartões das vítimas . Silva possui diversos documentos falsos em seu nome, assim como a sua esposa, o que indica estelionato, segundo a polícia. Na operação ainda foram recolhidos galos usados em ‘rinhas de apostas’, configurando crime ambiental e duas motos.

Conforme o titular da Delegacia Territorial de Macajuba, delegado Almir Bispo da Silva Góes, os criminosos emprestavam dinheiro a juros altos e ficavam com os cartões das vítimas para realizarem saques como pagamentos das parcelas dos empréstimos. “Iniciamos a investigação após o homicídio de dois ciganos, em 2016”, contou o delegado.

Integraram a operação, equipes das Companhias de Polícia de Proteção Ambiental (Cippa-Lençóis), Independente de Policiamento Especializado (Cipe-Chapada), Rondesp-Chapada e do 11º Batalhão da 2ª Companhia de Polícia Militar.

Jornal da Chapada

Leia também

Chapada: Cigano de 68 anos foi preso em operação contra estelionato e homicídios em Macajuba

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas