Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu PrincipalTop
Trending

#Bahia: Hospital em Salvador aplica técnicas de realidade virtual para combater isolamento de pacientes com covid

Para o psicólogo Rafael Lima, a condição de isolamento imposta pelo coronavírus é devastadora para o paciente.

Para combater o rebaixamento do humor e sintomas de depressão em pacientes internados com diagnóstico da Covid-19 em virtude do isolamento, o Hospital Santa Clara, em Salvador, que é administrado pela Fundação Fabamed, recorre a técnicas de realidade virtual, com vídeos de imersão em museus, praias e cidades, como o Louvre, Ilhas Maldivas e Nova York.

Para o psicólogo Rafael Lima, a condição de isolamento imposta pelo coronavírus é devastadora para o paciente. “O contato com a família é limitado pelas videochamadas ou ligações telefônicas, bem como a mobilidade é reduzida, tendo casos que nem veem a luz do sol. A mente precisa interagir com a realidade e por isso usamos vídeos 360º que subvertem essa condição de isolamento e simulam ambientes reais”, afirma Rafael.

Uma das pacientes foi Jaci Bonfim, 75 anos, que está internada na UTI da unidade e viveu essa experiência, sorrindo a cada instante e encantada com a natureza e os animais do vídeo.

A diretora do hospital e da Fundação Fabamed, Cláudia Carvalho, explica que o objetivo é terapêutico. “Buscamos o bem-estar do paciente como um todo e os recursos tecnológicos permitem criar estímulos sensoriais que possibilitam às pessoas viverem experiências em um ambiente onde de fato não estão”, ressalta a diretora.

Hospital será desmobilizado
Até o final da próxima semana, o Hospital Santa Clara, que é dedicado ao atendimento de pacientes com diagnóstico de coronavírus (covid-19), será desmobilizado. O edifício, localizado na capital baiana, é objeto de requisição administrativa por parte do Governo do Estado, será devolvido ao proprietário. Aberto no início de maio, a unidade gerida pela Fundação Fabamed, chegou a ter 59 leitos, sendo nove de terapia intensiva (UTI).

Atualmente o hospital conta dez leitos clínicos e nove de UTI, permanecendo internados dez pacientes na enfermaria e seis na ala intensiva. “A desmobilização será gradativa, com a alta ou transferência dos pacientes”, afirma o secretário da Saúde do Estado da Bahia.

Atualmente o hospital conta dez leitos clínicos e nove de UTI | FOTO: Divulgação/Sesab |

De acordo com o superintendente da Fundação Fabamed, José Saturnino Rodrigues, “foram atendidos 863 pacientes na unidade, com uma baixíssima taxa de letalidade”, destaca.

Após o procedimento de inventário dos equipamentos utilizados, o espaço passará por uma desinfecção terminal como medida de sanitização do ambiente. Itens como respiradores, tomógrafo computadorizado, aparelho de Raio-X, dentre outros, que estavam sendo utilizados na unidade serão redistribuídos para a rede estadual. As informações são da Sesab.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios