Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíciaTop
Trending

#Chapada: Adolescente é agredida pelo ex-namorado com paralelepípedo e sofre ameaças em Iaçu

Jovem agredida relata que no momento que foi atingida, o ex-namorado prometeu “acertar as nossas vidas”.

Uma jovem de 16 anos foi agredida pelo ex-namorado, de 17, por ter ido comer pizza com os amigos no município de Iaçu, na Chapada Diamantina. O caso foi registrado no último sábado (17), conforme publicação do site G1. A adolescente conta que ao sair da pizzaria foi surpreendida pelo ex-namorado que estava com um paralelepípedo na mão, ameaçando “acertar as nossas vidas”.

“[Ele] puxou meu braço, consegui me soltar e ele pegou a pedra para atirar na direção da minha cabeça, mas consegui me soltar e o paralelepípedo bateu no meu ombro e no queixo”, conta a jovem atingida. Após registro da ocorrência na delegacia da cidade, os jovens foram ouvidos e o agressor foi liberado.

Por se tratar de dois menores, a polícia encaminhou o caso para o Ministério Público, para ser enquadrado na Lei Maria da Penha. A família da jovem agredida quer celeridade no caso e pede justiça. “Agora estamos esperando que a justiça se pronuncie e tome as medidas cabíveis para o caso, para que isso não fiquei impune”. A jovem ficou com ferimentos no queixo e no ombro por conta do paralelepípedo atirado na sua direção.

“Solicitamos uma medida protetiva de urgência e estamos aguardando a apreciação dela. O procedimento já está nas mãos do promotor e do juiz. Eu aconselho que nos primeiros sinais de ameaça procure as autoridades”, explicou o delegado Ítallo Bruno Araújo, responsável pelo caso.

A vítima conta também que vem sendo ameaçada por redes sociais. “Eu venho sofrendo ameaças via redes sociais, onde as ameaças dizem: “eu vou acabar com sua vida. Você não vai ser mais de ninguém se não for minha”, conta a jovem. O tio do jovem agressor foi ouvido em entrevista à filiada da Rede Bahia, e afirma que o sobrinho não teve intenção de machucar a ex-namorada e, sim, o amigo da vítima quem estaria agredindo o jovem.

A vítima conta também que vem sendo ameaçada por redes sociais | FOTO: Divulgação |

Nova ferramenta
Para casos como esse da jovem vítima de agressão, as mulheres contam com o projeto piloto lançado na última segunda-feira (19): ‘Zap Respeita as Mina’. O objetivo é que seja uma ferramenta eficaz em casos de violência doméstica, utilizando Inteligência Artificial (AI) e pode ser acessado pelo WhatsApp.

O atendimento é feito por mensagem de textos, no número (71) 99099322, e as vítimas podem pedir ajuda em casos de violência para atendentes virtuais. A Inteligência Artificial é acionada apenas por mensagens, pensando nas vítimas que não podem fazer ligações e, em casos graves a Polícia Civil é acionada imediatamente em ligação direta para o serviço 190.

Outra forma de acessar o chat é entrando no site da Secretaria de Políticas para as mulheres da Bahia (SPM-BA). Ao acessar o chat, as mulheres são informadas de como agir em situação de violência doméstica e familiar, tem acesso aos órgãos que fazem parte da rede de atenção a mulher. Além disso, recebem informações de como agir em situação de violência sexual e como fazer denúncia em caso de ação protetiva de urgência.

O chat com as atendentes virtuais também pode ser acessado através do site da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA): www.mulheres.ba.gov.br. Jornal da Chapada com informações do G1.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios