Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEconomiaMenu PrincipalTop
Trending

#Chapada: Comícios, passeatas e caminhadas estão proibidos após acordo entre partidos em Caldeirão Grande e Pindobaçu

As carreatas também não poderão acontecer em Caldeirão Grande e estão limitadas a quatro eventos, duas por coligação, em Pindobaçu, em datas já previstas, não podendo ser realizadas depois de 11 de novembro.

As coligações partidárias nos municípios de Caldeirão Grande e Pindobaçu, na Chapada Norte, firmaram na última quinta-feira (22), acordo com o Ministério Público eleitoral no qual se comprometeram a limitar atos de propaganda eleitoral como forma de combater a pandemia da covid-19. Segundo o acordo, estão proibidas passeatas, caminhadas, comícios, bicicletadas e outros atos com potencial de reunir mais de 100 pessoas.

De acordo com dados de assessoria, as carreatas também não poderão acontecer em Caldeirão Grande e estão limitadas a quatro eventos, duas por coligação, em Pindobaçu, em datas já previstas, não podendo ser realizadas depois de 11 de novembro. Reuniões presenciais e visitas às comunidades poderão ser realizadas desde que respeitados o limite de 100 pessoas e as normas sanitárias de proteção e distanciamento.

Esse acordo foi assinado durante reunião com o promotor de Justiça Pablo Almeida e o juiz Rodolfo Nascimento Barros, da 115ª zona eleitoral. Na ocasião, foi apresentada às coligações a nota técnica emitida pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab-BA), com contraindicações à realização de eventos presenciais de campanha em razão da pandemia da covid-19 e as medidas de cuidados necessárias para atos de propaganda. Também participaram da reunião a chefe do cartório da zona eleitoral, Manuela Gomes da Silva, representantes da Polícia Militar e advogados das coligações. Os dados são do site do MP-BA.

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios