CidadesCuriosidadesEditorialMenu PrincipalTop
Trending

#Brasil: “Atuação de Bolsonaro é ridícula”, diz o cantor Fagner ao admitir que está arrependido em apoiar o presidente

"Para quem coloca 'votou em Bolsonaro' no meu Instagram, quero dizer: votei para que tocasse o Brasil, não para falar besteira", afirma o cantor cearense.

O cantor cearense Raimundo Fagner, que está lançando um novo álbum de serenatas, admite ‘delizes’ (um clássico dos anos 80) ao apoiar Jair Bolsonaro (sem partido) nas eleições de 2018.

“A atuação de Bolsonaro é ridícula. Ninguém está precisando ouvir as loucuras que ele fala, mas de paz. Ele tem é que trabalhar pelo Brasil. A maneira como se comporta não é a de um presidente”, diz o músico, que chegou a fazer um vídeo declarando apoio a Bolsonaro, em entrevista à jornalista Maria Fotuna, no jornal O Globo.

“Não aprovo a maneira como ele conduz o país. Parece que está em surto”, disse ainda o cantor. “Para quem coloca ‘votou em Bolsonaro’ no meu Instagram, quero dizer: votei para que tocasse o Brasil, não para falar besteira”, afirma.

Na entrevista, Fagner também falou sobre sua parceria com Belchior, que rendeu clássicos como Mucuripe. “Sinto, lamento não ter feito mais músicas com ele. Foi o cara responsável por eu estar aqui. Não viria para o Rio sozinho, ele foi o meu tutor, minha família confiava nele.

Fizemos cinco, seis músicas maravilhosas, nossa parceria tinha identidade. Poema do Belchior, para mim, era bater o olho e sair cantando. Entendo porque a garotada o resgatou, foi o maior artista da nossa geração. Tinha Cazuza, Renato Russo, mas ele estava num patamar maior.” Com informações do Brasil 247.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios