AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Bahia: Em Mutuípe, primeiro idoso escolhido para receber a vacina contra covid-19 morre horas antes da imunização

Como primeira pessoa a ser imunizada, ocupando o lugar que seria do médico Divaldo Brandão, foi Alvina Souza, técnica de enfermagem do Hospital Clélia Rebouças.

O idoso escolhido para receber a primeira dose da vacina contra covid-19, em Mutuípe, no sudeste da Bahia, morreu na madrugada desta quarta-feira (20), horas antes de ser imunizado. O médico de 95 anos, Divaldo Brandão, clínico geral e ginecologista, faleceu enquanto dormia, de acordo com informações do prefeito ‘Digão’ (MDB).

“Um verdadeiro líder, um exemplo ativo na construção de Mutuípe, um homem que se dedicou muitos anos a salvar vidas, deixa um legado de alegrias com seu sorriso sempre contagiante. Um profissional de excelência”, publicou em nota de falecimento, o prefeito.

A técnica de enfermagem do Hospital Clélia Rebouças, Alvina Souza, foi a primeira a ser vacinada | FOTO: Divulgação |

Mutuípe recebeu, na última terça-feira (19), 138 doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butatan em São Paulo em parceria com o laboratório chinês Sinovac. A primeira pessoa a ser imunizada, ocupando o lugar que seria de Divaldo Brandão, foi Alvina Souza, técnica de enfermagem do Hospital Clélia Rebouças.

O município contabiliza, no último boletim publicado, 10 óbitos por complicações da doença infectocontagiosa, 25 casos estão ativos, três pessoas internadas contaminadas por coronavírus e 724 pessoas estão livre da infecção.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios