CidadesCulturaCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Chapada: Deputada do PCdoB vai cobrar providências sobre não pagamento dos recursos da Lei Aldir Blanc em Ituaçu

Os artistas do município chapadeiro afirmam que o não pagamento do auxílio é em razão de perseguição política da atual gestão.

A deputada federal Alice Portugal (PCdoB) afirma que vai cobrar providências e esclarecimentos sobre as denúncias dos artistas de Ituaçu, na Chapada Diamantina, que estão sem receber o auxílio da Lei Aldir Blanc, alegando perseguição política. “Me manda os dados e, se vocês tiverem solidez na denúncia, eu abro a boca lá no microfone da Câmara e o prefeito que responda”, enfatiza.

Ela afirma que além de uma denúncia que foi feita no Ministério Público da Bahia (MP-BA), também existe uma outra opção, de acordo com a deputada. “Tem um negócio chamado imprensa, que faz efeito”. “Perseguição política tem que resolver. A lei é clara”. Inúmeras matérias foram realizadas pelo Jornal da Chapada sobre a situação (veja aqui, aqui, aqui, aqui e aqui)

No início de fevereiro foi realizada uma ‘live’ com o tema ‘Importância e Desafios na Promoção da Cultura’, em que representatividades culturais da Bahia e, inclusive, de Ituaçu, buscaram levar esclarecimentos para a comunidade sobre a importância da Lei Aldir Blanc para quem promove cultura em um momento de crise sanitária. Desde então, os artistas do município chapadeiro têm enfrentado reuniões com a gestão municipal em busca do cumprimento do edital lançado em 2020.

Os artistas questionam o não pagamento do auxílio emergencial direcionado a eles no município administrado pelo prefeito Phellipe Brito (PSD). O recurso da Lei Aldir Blanc é de R$162.151,60, conforme consta no edital e foi empenhado ainda na gestão anterior.

“Diante da crise sanitária causada pela pandemia global, os artistas de Ituaçu estão passando por situações precárias de sobrevivência. Diversas famílias que sobreviveram da arte e da cultura no município estão sendo afetadas pelo não pagamento da premiação”, apontou o vereador Marcio Aparecido, o popular ‘Marcinho de Noe’ (PL), em fevereiro de 2021.

Jornal da Chapada

Leia também

#Chapada: MP autua gestão municipal de Ituaçu sobre o não repasse de verba da Lei Aldir Blanc para os artistas

#Chapada: Vereador de Ituaçu se reúne com promotor e pede solução para o não pagamento da Lei Aldir Blanc

#Chapada: Artistas de Ituaçu fazem ‘live’ para informar sobre a importância da ‘Lei Aldir Blanc’ para a cultura

#Chapada: Artistas de Ituaçu contemplados na ‘Lei Aldir Blanc’ estão indignados com a demora no pagamento e cobram posição da prefeitura

#Chapada: Prefeitura de Ituaçu atrasa pagamento aos habilitados em edital de apoio cultural via ‘Lei Aldir Blanc’

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios