AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal
Trending

#Brasil: Jovem de 18 anos que matou cinco em creche tentou se matar e está em estado grave

Rapaz matou três crianças e dois adultos com um facão. Ao tentar sair da creche, ele foi abordado por moradores e começou a esfaquear o próprio corpo.

O jovem de 18 anos que invadiu uma creche na manhã desta terça-feira (4) e matou três crianças e duas pessoas adultas com um facão na cidade de Saudade, em Santa Catarina, tentou se matar e está internado em estado gravíssimo no hospital do município vizinho de Pinhalzinho.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado, depois de esfaquear as vítimas, o rapaz desferiu golpes contra o próprio pescoço, abdômen e tórax. Durante o ataque, as professoras da creche trancaram outras salas que tinha aulas para salvar as crianças.

A PM confirmou pelo menos quatro mortes no local, sendo três de crianças. A quinta morte foi de uma pessoa ferida em estado grave, que não resistiu após atendimento médico. “Ele começou a atacar a professora, que correu para uma sala onde tinham crianças. Lá nessa sala, ele agrediu outras pessoas”, disse o delegado Jerônimo Marçal, em entrevista à Rádio Vale FM.

O rapaz teria tentado fugir, mas foi abordado por pessoas na rua e começou a desferir os golpes contra o próprio corpo. Em entrevista à BandNews FM, o prefeito da cidade de Chapecó, João Rodrigues (PSD), afirmou que o jovem é de uma família conhecida da cidade de Saudades e que seu ataque foi interrompido por populares.

“É um jovem de família muito boa, não se sabe se teve um desequilíbrio mental. Ele matou duas crianças, matou uma professora e só não foi mais longe porque houve intervenção de um metalúrgico e de um pedreiro, que pegaram o garoto e o interromperam com golpes de barras de ferro”, disse. Redação do site da Revista Fórum.

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios