CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíciaTop
Trending

#Salvador: Atakarejo emite nota e afasta seguranças envolvidos em duplo homicídio na capital

Por meio de nota, o supermercado disse que a decisão foi tomada em sindicância interna e que tem colaborado para resolução do crime.

O Atakadão Atakarejo de Amaralina, em Salvador, informou na última quinta-feira (6), que afastou os seguranças envolvidos no caso dos jovens Bruno Barros da Silva, 29 anos, e seu sobrinho, Ian Barros da Silva, 19, executados na localidade da Polêmica, em Brotas, após serem acusados de cometer um furto de alimentos no estabelecimento.

Por meio de nota, o supermercado disse que a decisão foi tomada em sindicância interna e que tem colaborado para resolução do crime. Sem estipular uma data, o Atakarejo afirmou que os funcionários serão afastados “até que os fatos sejam devidamente esclarecidos pelas autoridades competentes”, escreveu. Por fim, a rede prestou solidariedade às famílias das vítimas e ressaltou que jamais toleraria qualquer ato de violência (confira íntegra da nota abaixo).

Os corpos de Bruno e Ian foram encontrados dentro do porta-malas de um carro, com marcas de tortura e de tiros. A família afirmou que os dois teriam sido entregues a traficantes por funcionários do Atakarejo por, supostamente, furtar quatro pacotes com cinco quilos de carne. As mortes são investigadas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Mais de 10 pessoas já foram ouvidas.

Confira o pronunciamento do Atakarejo na íntegra

A rede Atakarejo repudia o fato ocorrido e manifesta total solidariedade às famílias das vítimas de violência na loja do Nordeste de Amaralina, em Salvador.

Desde o início, a empresa vem colaborando com as autoridades policiais. O Atakarejo informa que foi aberta sindicância interna que decidiu pelo afastamento dos seguranças até que os fatos sejam devidamente esclarecidos pelas autoridades competentes.

Sempre norteado por ideais de justiça, responsabilidade e total transparência, o Atakarejo é uma empresa que atua na Bahia há 26 anos, com 23 lojas, gerando 6.300 empregos diretos e tem a honra de abastecer as casas e negócios dos baianos.

A empresa reafirma o compromisso com o seu código de ética e conduta e que jamais irá tolerar qualquer ato de violência. Redação extraída na íntegra do site do jornal A Tarde.

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios