AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Brasil: Baianos poderão ser voluntários para terceira dose da vacina de Oxford contra variantes da covid-19

Os voluntários devem ter 18 anos ou mais que tenham diagnóstico negativo para covid-19.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a realização do ensaio clínico com uma nova versão da vacina da AstraZeneca/Oxford. O imunizante contém uma substância desenvolvida para “também fornecer imunidade” contra a variante beta (B.1.351), identificada na África do Sul. A informação foi divulgada na quarta-feira (14).

A pesquisa deve contar com 2.475 voluntários no Reino Unido, África do Sul, Polônia e Brasil, local onde serão 800 participantes distribuídos pela Bahia, Distrito Federal, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Os voluntários devem ter 18 anos ou mais que tenham diagnóstico negativo para Covid-19. Quem já foi vacinado poderá participar do estudo, ou seja, o teste será considerado a aplicação de uma 3ª dose para voluntários que receberam anteriormente duas doses da vacina da AstraZeneca ou vacina de RNA mensageiro (como a da Pfizer).

Contudo, o indivíduo deve ter recebido a 2ª dose da vacina pelo menos há três meses. De acordo com a Anvisa, trata-se de um estudo entra a fase 2 e 3. A fase 3 são os chamados testes em massa. A agência considera os resultados desse tipo de pesquisa para verificar se as vacinas são seguras e eficazes. As informações são da Anvisa com redação do site Aratu On.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios