AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Chapada: Após 18 dias desaparecido, homem é encontrado morto com marca de tiro em Itaberaba

Conforme informações de familiares, o homem tinha sinais de perfuração de arma de fogo e os restos mortais já estavam em estado de decomposição.

Após 18 dias desaparecido, o homem identificado como Sergio Marcos dos Santos Santana, de 42 anos, foi encontrado morto com sinais de perfuração de arma de fogo por volta das 14h30 da tarde da última quarta-feira (4). O corpo dele estava próximo de uma represa de água doce, no município de Itaberaba, portal de entrada da Chapada Diamantina.

“Ele tinha sinais de perfuração de arma de fogo e os restos mortais já estavam em estado de decomposição”, disse uma familiar do rapaz em contato com o Jornal da Chapada. Ele foi localizado por uma pessoa que passava pela região no momento.

Desde o dia 17 de julho que os familiares estavam em busca do homem, que sofria com transtornos psicológicos e fazia uso de medicamentos, assim como era atendido pelo Centro de Atenção Psicossocial (Caps) desde 2003. Um boletim de ocorrência tinha sido prestado no dia 19 de julho na Delegacia de Itaberaba.

A família não suspeita o que pode ter acontecido, e pontua que não sabia nem para onde ele tinha ido, mas que as investigações seguem sendo feitas pelos policiais. “O que o pessoal comenta é que ele tinha ido viajar e aí ele foi encontrado nessa mata já sem vida, só estavam os ossos”, relata.

Embora não suspeite de algo concreto, os familiares acreditam que tudo indica que o rapaz tenha sido levado para o local. “Há indício de uma execução. Ninguém vai se matar daquele jeito, mas aí só a perícia para dizer”, pontua.

Jornal da Chapada

Leia também

#Chapada: Familiares buscam por homem que está desaparecido no município de Itaberaba por mais de uma semana

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios