Chapada: Agricultores familiares vão receber 20 milhões de mudas de palma

mudas

No dia 2 de setembro, será a vez de Itaberaba (Chapada Diamantina) que tem previsão de safra de 1,3 milhão de mudas de palma | FOTO: Reprodução |

A Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura (Seagri), inicia nesta quinta-feira (28), no município de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, ações de mobilização do Programa de Segurança Alimentar do Rebanho da Agricultura Familiar. A iniciativa visa formar parcerias, em todo o estado, para organizar a distribuição de 20 milhões de mudas de palma, que irão beneficiar 20 mil agricultores familiares, incluindo assentados de reforma agrária, integrantes de comunidades tradicionais de fundo de pasto, quilombolas e indígenas.

O objetivo da mobilização é reunir prefeituras, sindicatos, articuladores, colegiados territoriais e consórcios municipais para firmar parcerias na colheita, transporte e entrega das mudas de palma forrageira, resistentes à praga ‘Cochonilha do Carmim’, produzidas em 37 hectares, em 14 Estações Experimentais da Empresa. Em Vitória da Conquista, a previsão é que sejam colhidas 2 milhões de mudas. Para o encontro, que acontece na Câmara Municipal de Vereadores, foram convidados representantes de 23 municípios da região.

Calendário de mobilização
No dia 1º de setembro, a mobilização será em Jaguaquara, na Estação Experimental da EBDA no município, que deve ter uma safra de 1,5 milhão de mudas. No dia 2 de setembro, será a vez de Itaberaba (Chapada Diamantina), que tem previsão de safra de 1,3 milhão de mudas de palma. O encontro será no auditório da gerência regional da EBDA.

Com previsão de 7,5 milhões de mudas, a empresa realiza mobilização em Utinga, no dia 3 de setembro, no Salão Paroquial do município. Todos os encontros acontecem das 9 às 12h, exceto o de Utinga, marcado para iniciar às 13h. As outras estações experimentais da EBDA que participam da ação de plantio das mudas de palma estão em Nova Soure, Alagoinhas, Irará, Aramari, Pilar, Colônia do Formoso, Centrefértil, Irecê, Manoel Machado, Gersino Coelho e Barra do Choça.

Alternativa nutricional
Até 2015, a meta da EBDA é distribuir 30 milhões de mudas de palma, que, por ser rica em sais minerais e composta por 80% de água, é considerada uma grande alternativa nutricional para os rebanhos em todos os períodos do ano, sobretudo durante a estiagem. Segundo o diretor de pecuária da EBDA, Marcelo Matos, esta mobilização garante a participação e distribuição aos agricultores familiares, maiores beneficiados do programa.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.