Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEducaçãoMenu Principal

Chapada: Governador conhece educação de Nova Redenção e se compromete em reformar unidades

rui costa
O petista Rui Costa durante visita à comunidade escolar na Chapada Diamantina| FOTO: Jhonatã Gabriel/GOVBA |

Em sua primeira viagem oficial ao interior da Bahia, o governador Rui Costa esteve no município de Nova Redenção, na região da Chapada Diamantina, na tarde desta quinta-feira (8). Na oportunidade, além de inaugurar um Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA), que vai atender principalmente as comunidades da zona rural, o governador visitou o Colégio Estadual Edilson Joaquim dos Santos, onde participou de uma reunião com professores, estudantes e familiares. Acompanhado do secretário da Educação, Osvaldo Barreto, o governador visitou as dependências da escola e se comprometeu a realizar melhorias na quadra e construir um campo de futebol. Ele também afirmou que, neste ano, será feito concurso público para repor o quadro permanente de professores do Estado.

Leia também:
Novo delegado-chefe da Polícia Civil será anunciado na próxima quarta, garante Rui Costa
Prefeituras terão dificuldades para pagar novo piso dos professores, diz secretário estadual da Educação

“Vou lançar um grande programa chamado ‘Pacto pela Educação na Bahia’, para mobilizar prefeitos, prefeitas, pais, mães e alunos. Quero pedir a vocês: vamos mobilizar a família para nos aproximar da escola dos nossos filhos. Isso ajuda no rendimento escolar e os afasta de caminhos errados”, disse Rui Costa. Ao todo, 323 estudantes do Ensino Médio e da Educação para Jovens e Adultos (EJA) estão matriculados na unidade pública de ensino nos três turnos. O senador eleito Otto Alencar e os secretários de Relações Institucionais, Josias Gomes, e de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, também participaram da reunião.

Água de qualidade
Iniciativa do programa Água para Todos, o SIAA foi construído pela Companhia de Engenharia e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb) e a operação é de responsabilidade da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), que já iniciou a instalação dos hidrômetros em 587 domicílios das localidades atendidas. Conforme o lavrador Erenaldo Oliveira, 41 anos, morador da comunidade de Peruca, antes da construção do sistema, a água era retirada diretamente do Rio Paraguaçu por meio de bombas convencionais e até baldes. “Antes, a gente tinha que usar aquele vidrinho de cloro pra tratar a água. Agora, a gente tem água potável pra beber”.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios