Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia

Chapada: Suspeitos de assaltos a bancos são mortos em troca de tiros com a polícia em Tanhaçu

foto2
Armas e dinamites são apreendidas | FOTO: Polícia Civil/Divulgação |

Dois homens suspeitos de assaltos e explosões a bancos morreram durante uma troca de tiros com a polícia no município de Tanhaçu, na Chapada Diamantina. Segundo o delegado Leonardo Rabelo, titular da 20ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin/Brumado), o caso aconteceu na noite de sexta-feira (20), na BA-142, estrada que liga a cidade ao município Barra da Estiva. Conforme o investigador, os suspeitos dirigiam um carro que havia sido roubado, na quarta-feira (18), perto do fórum de Brumado, e atiraram após avistarem os policiais. “Eles estavam indo para Barra da Estiva e, quando avistaram os policiais civis de Brumado e de Conquista, atiraram. Os agentes tiveram que revidar”, disse o delegado, em entrevista ao Portal G1 neste sábado (21).

Na troca de tiros, dois suspeitos morreram. Outros três conseguiram fugir por um matagal, depois de abandonar o veículo. “Um dos mortos é filho de um rapaz conhecido como Wendel, que foi preso durante uma operação policial, no ano passado, por venda fraudulenta de veículos na cidade”, disse. A polícia suspeita que a quadrilha planejava explodir outra agência bancária, já que encontrou dinamites com o grupo. “Os policiais encontraram com eles armas de fogo, explosivos, pavios e munições. Por isso a gente imagina que planejavam mais uma ação criminosa”, destacou. De acordo com o delegado, o grupo já vinha sendo investigado por outros assaltos a agências bancárias ocorridos na região. A polícia tenta agora localizar os outros suspeitos. Os corpos dos suspeitos mortos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Brumado. Do Portal G1.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios