Bahia: Moradores de comunidade em Cachoeira reclamam de intimidação da PM; confira vídeo

Postado em ago 3 2015 - 11:29pm por Jornal da Chapada
foto

O caso aconteceu durante o lançamento do Comitê da III Marcha Contra do Genocídio do Povo Negro | FOTO: Reprodução |

O lançamento do Comitê da III Marcha Contra do Genocídio do Povo Negro, realizado em Cachoeira, no recôncavo baiano, no último domingo (2), contou com a presença de policiais fortemente armados. De acordo com informações enviadas ao Jornal da Chapada, a ação foi uma clara tentativa de intimidação. “Os policiais armados de fuzis entraram no espaço em que se apresentava o Comitê, cercando as saídas da quadra, onde estavam concentrados os ativistas do grupo ‘Reaja ou seja Morto, Reaja ou seja Morta'”, diz texto enviado ao site.

Desde 2005 o grupo organiza a Marcha, que terá neste ano a sua terceira versão internacional, no dia 24 de agosto, contando com atos por todo o país nas principais cidades e em alguns países africanos e caribenhos. A Marcha está conectada pela IV Internacional Garveista, que articulará ações de apoio na América Latina, Europa, Estados Unidos e África.

A campanha “Reaja ou será [email protected]” é uma articulação de movimentos e comunidades de negros e negras da capital e interior do estado da Bahia, que luta contra a brutalidade policial, pela causa antiprisional e pela reparação aos familiares de vítimas (execuções sumárias e extrajudiciais) e dos esquadrões da morte, milícias e grupos de extermínio.

Assista aos vídeos que registram o momento em que os policiais entraram no espaço:

Outro vídeo foi publicada na página do Facebook do Reaja:

Polícias invadem com fuzil na mão, numa tentativa de intimidação, o lançamento do Comitê do Recôncavo da III Marcha…

Posted by Reaja ou Será Morto, Reaja ou Será Morta on Domingo, 2 de agosto de 2015

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.