CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde

Tabagismo: Prática regular de atividade física é uma importante aliada no combate ao fumo

foto
No Brasil cerca de 200 mil mortes relacionadas às doenças provocadas pelo tabaco são registradas anualmente | FOTO: Meramente Ilustrativa/Blog Iron Bag |

Neste sábado, dia 29 de agosto, é o Dia Nacional de Combate ao Fumo, mal que atinge 10,8% dos brasileiros, segundo o Ministério da Saúde (MS). O índice de fumantes é maior entre os homens (12,8%), entre as mulheres o percentual é de 9%. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS, o tabagismo é a principal causa de morte evitável do mundo, sendo responsável por 63% dos óbitos relacionados às doenças crônicas não transmissíveis.

Para quem está determinado a largar o vício e cuidar da saúde a prática regular de atividade física é uma importante aliada. Como? Em primeiro lugar diminuindo o tempo hábil que o fumante poderia está fazendo o uso do cigarro, diminuindo a ansiedade, melhorando o aspeto físico nas questões metabólicas e estéticas, elevando a autoestima e desintoxicando o organismo a ponto do mesmo largar o hábito, afirma Luciano Junior, educador físico e coordenador da unidade Barra, da Rede de Academias Alpha Fitness.

Segundo Luciano, isso se explica porque durante a prática de exercício a principal substância liberada pelo organismo é a endorfina, responsável por provocar a sensação de bem estar. Além disso, outras substâncias como a serotonina e a dopamina são liberadas auxiliando na redução do estresse e da ansiedade provocados pela abstinência ao fumo. “O resultado, é claro, não vem da noite pro dia, é preciso ser persistente e focado no objetivo”, diz.

Neste sentido, explica o educador físico, para quem está dando o pontapé inicial na luta contra o fumo toda atividade física trará benefícios, entretanto, exercícios aeróbicos como pedalar, correr e nadar liberam uma quantidade maior de dopamina, resultando em um maior relaxamento e consequentemente a diminuição da necessidade de fumar.

Vale lembrar que, apesar do número de fumantes no Brasil ter registrado queda de 30,7% nos últimos nove anos, de acordo com a última Vigitel (Vigilância dos Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), realizada pelo MS, segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer) o consumo de derivados do tabaco (cigarro, charuto, narguillé) causa quase 50 doenças diferentes, principalmente as cardiovasculares (infarto, angina), o câncer e as doenças respiratórias obstrutivas crônicas (enfisema e bronquite).

No Brasil cerca de 200 mil mortes relacionadas às doenças provocadas pelo tabaco são registradas anualmente. Sendo as doenças cardiovasculares e o câncer as principais causas de morte por doença, e o câncer de pulmão, a primeira causa de morte por câncer.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios