CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Oposição critica falta de transparência dos projetos do Executivo e segue obstruindo votação

foto5
A oposição reclama que o Executivo, valendo-se da maioria de sua bancada no parlamento, quer aprovar a toque de caixa e sem os devidos esclarecimentos | FOTO: Divulgação |

Disposta a não contribuir para a aprovação de projetos do Executivo sem a devida discussão da matéria, a bancada de oposição na Assembleia Legislativa, apesar de minoritária, vem obstruindo desde às 9h45 desta segunda-feira (5), a aprovação de três projetos de lei, considerados prioritários pelo governo. A oposição reclama que o Executivo, valendo-se da maioria de sua bancada no parlamento, quer aprovar a toque de caixa e sem os devidos esclarecimentos, projetos que implicam em mudanças na vida da população, a exemplo do que altera o regime de previdência do servidor, endurecendo as regras do benefício de pensão por morte do titular.

Os parlamentares oposicionistas também cobram detalhes do projeto que autoriza o governo a tomar empréstimo de US$ 400 milhões ao BIRD e insistem em conhecer qual a destinação desses recursos. O terceiro projeto trata da inscrição de créditos não tributários em dívida ativa do Estado. O líder da bancada, o democrata Sandro Régis, deixou claro que se for necessário adentrará pela madrugada obstruindo e cobrando explicações. “Não vamos jogar a tolha, queremos discutir todos os projetos exaustivamente”, prometeu Régis, lembrando que os deputados não podem votar sem saber no que estão votando.

“Nem mesmo os deputados do governo sabem do que trata os projetos e pra onde vão os recursos. Isso é um desrespeito ao Legislativo e a sociedade baiana”, reforçou Pablo Barrozo (DEM). Ao longo das duas últimas semanas a oposição vem se movimentando em plenário e frustrando a intenção da base governista de aprovar os projetos em pauta.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios