CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Chapada: Prefeito de Andaraí é multado em R$ 49 mil e tem representação encaminhada ao MP

wilson
O relator do parecer destacou que o prefeito Wilson Cardoso não adotou providências para a redução dos gastos com pessoal | FOTO: Jornal da Chapada |

O pleno do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA) rejeitou, em sessão desta terça-feira (27), as contas da prefeitura de Andaraí, na Chapada Diamantina, de responsabilidade de Wilson Paes Cardoso (PSB). A relatoria determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual (MP-BA) contra o gestor e aplicou multa de R$ 6 mil pelas irregularidades contidas no relatório e de R$ 43,2 mil, equivalente a 30% dos seus subsídios anuais, pela não redução das despesas com pessoal.

O relator do parecer, conselheiro Fernando Vita, destacou que o prefeito não adotou providências para a redução dos gastos com pessoal ao limite de 54%. No 3º quadrimestre de 2012, o percentual dessas despesas alcançou 56,52% da receita corrente líquida e deveria ser reduzida em, pelo menos, 1/3 do percentual excedente no 2º quadrimestre de 2013 e o restante (2/3) em 1º quadrimestre de 2014, o que não foi feito.

No 1º quadrimestre de 2014, foram promovidos gastos no montante de R$ 16.473.946,38, correspondendo a 62,33% da receita corrente líquida de R$ 26.428.851,92. No final do exercício, esse índice já representava 66,12% da RCL, ultrapassando novamente o limite de 54% previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. O prefeito socialista ainda pode recorrer à decisão do órgão. Jornal da Chapada com informações do TCM-BA.

Leia também:
Chapada: TCM multa prefeito de Ibiquera em R$ 3,5 mil por irregularidades na gestão
Chapada: Prefeitos de Piatã e Rio do Pires são multados por irregularidades nas gestões
Chapada: Prefeita de Itaetê é multada pelo TCM em mais de R$ 40 mil por irregularidades em 2014

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios