AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Incêndios são controlados e todas as trilhas do Parque Nacional da Chapada Diamantina estão liberadas

foto5
O fogo atingiu área do córrego da Muriçoca, localizado no município de Lençóis, dentro do parque nacional | FOTO: Divulgação/Pablo Casella |

Após um mês de preocupação com as consequências dos incêndios florestais no Parque Nacional da Chapada Diamantina, que queimaram cerca de 23 mil hectares de seu território, todas as trilhas da localidade estão liberadas às visitas. Desde o dia 21 de dezembro, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra o parque, faz o monitoramento pois as reignições podem ocorrer mesmo dias depois do fogo ser debelado.

foto5o
Trilha para a cachoeira da Fumaça está liberada | FOTO: Reprodução/Chapada Adventure |

Leia também:
Vídeo: Músico baiano homenageia a Chapada Diamantina em canção; confira aqui

Chapada: Prefeitura de Palmeiras aumenta taxas em pontos turísticos do município

Pode chover na Chapada neste final de ano; litoral e demais regiões terão tempo firme

Chapada: Jacobina e Miguel Calmon não têm focos de incêndio; foram 23 dias de combate

Chapada: Brigadistas voluntários comemoram réveillon sem focos de incêndio em Lençóis

As trilhas liberadas são as da região da cachoeira da Fumaça, no município de Palmeiras, além da Gruta do Lapão, em Lençóis, e das cachoeiras da Fumacinha e do Véu de Noiva, ambas acessadas por Ibicoara, “Em condições normais a fase de extinção de um incêndio no Parque Nacional ocorre em cerca de três dias. Nas condições atuais de altas temperaturas e ausência de chuvas observamos reignições mesmo uma semana depois dos incêndios serem debelados”, afirma Anivaldo Chaves, analista ambiental do ICMBio.

foto66
Acesso à Gruta do Lapão também está liberado | FOTO: Reprodução/Barro Branco Sonoro |

Leia também:
Chapada: Combate em Ibicoara contou com a participação dos governos e de voluntários; Secretaria aponta avanços

Fernando Gabeira acompanha combate aos incêndios na Chapada; 55 mil hectares já foram destruídos

Brigadistas do Prevfogo/Ibama seguem atuando no combate ao fogo na Chapada Diamantina

Conforme o instituto, as últimas reignições aconteceram na região do Machobongo-Mucugê/Ibicoara e Morro Branco-Palmeiras e foram prontamente debeladas. Se havia algum receio dos turistas em deixar de fazer uma ou outra trilha dentro do parque o ICMBio fez questão de afirmar que “a visitação está ocorrendo normalmente em todas as trilhas e atrativos do Parque Nacional da Chapada Diamantina”.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios