Vereador cita ações que desenvolveram a Nova Constituinte em Salvador: “São 30 anos de luta”

Postado em jan 20 2016 - 12:32pm por Jornal da Chapada
foto6

O vereador Suíca com o líder comunitário Arnaldo Anselmo | FOTO: Divulgação |

Uma fazenda dentro do bairro de Periperi, em Salvador, foi ocupada há 30 anos e, ao descobrir que o dono possuía inúmeras dívidas, a população local resistiu à reintegração de posse e formou um quilombo, atualmente conhecido pelo bairro de Nova Constituinte. Nesta quarta-feira (20), o local completa 30 anos de existência e tem muito para celebrar após anos de resistência e embates para organizar a área e serem reconhecidos. De acordo com o vereador Luiz Carlos Suíca (PT), representante do bairro na Câmara Municipal, a região não é reconhecida como quilombo, mas os moradores se reconhecem assim. “É um bairro histórico e é considerado um quilombo pela população, tanto que o nome da associação é ‘Quilombo Nova Constituinte”, salienta o edil petista.

A região já foi alvo de estudos da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) e da Universidade Federal (Ufba) sobre a sua formação. Conforme informa o líder comunitário, Arnaldo Anselmo, o local agora é tido como bairro, mas sem representação política, os moradores continuariam sem infraestrutura e equipamentos públicos. “Agora é considerado um bairro, como não tinha representação, éramos tidos como marginais, e o fato de termos agora representante somos vistos com outros olhos pelos governos estadual e municipal”, declara. Anselmo ainda lembra que já foi inaugurada uma creche, a Hélio Viana, e que até fevereiro desde ano, a escola de ensino fundamental, William Max, iniciará seus trabalhos.

O bairro tem avançado com a atuação em conjunto da associação com o mandato de Suíca na Câmara. Foi criada, com a intervenção política, uma linha de ônibus (amarelinho), além de várias ruas terem recebido infraestrutura. “A comunidade ainda luta por atividades, principalmente a conclusão do centro comunitário, que é um dos anseios. Mas também conseguimos que os Correios entregassem as correspondências em casa com a nomeação de ruas e pavimentação de outras. Tivemos ainda a iluminação nova, que foi inaugurada recentemente”, pontua Suíca. “A população local espera mais infraestrutura na área de esporte e lazer para que a juventude tenha mais opção de cultura e que desenvolva mais ações”, completa.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.