Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEsportesMenu Principal
Trending

Chapada: Cachoeira da Fumacinha escondida entre formação rochosa encanta aventureiros

Com cerca de 100 metros, a Fumacinha tem sua localização dentro de um cânion que encanta qualquer aventureiro.

A Cachoeira da Fumacinha, localizada entre os municípios de Ibicoara e Mucugê, na Chapada Diamantina, pode ser destacada como uma das mais belas e escondidas quedas d’água do Parque Nacional (PNCD). A formação rochosa da montanha ao redor da cachoeira é como a concha que esconde uma pérola de beleza incomparável.

Com cerca de 100 metros, a Fumacinha tem sua localização dentro de um cânion que encanta qualquer aventureiro. Ao planejar fazer esse trekking, assim como qualquer outro, é importante procurar sempre uma associação de guia credenciada ou membros do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio) – gestor do PNCD.

Existem duas maneiras de conhecer a Cachoeira da Fumacinha. Uma trilha por baixo e outra por cima, o que pode ser feito em dias diferentes. A trilha por baixo tem grau alto de dificuldade, exigindo do visitante uma boa preparação física para enfrentar cerca de 18 quilômetros, entre ida e volta, o que dá algo em torno de oito horas de caminhada.

A grande maioria do trajeto é feito ao longo do Rio Riachão, pulando de pedra em pedra, cruzando as margens várias vezes, caminhando por fendas e se apoiando como numa escalada o que dá ao aventureiro uma sensação aprazível do contato próximo com a natureza. Jornal da Chapada com informações da Zan Mídia Aérea.

Confira vídeo divulgado pela Zan Mídia Aérea

Cachoeira da Fumacinha

A Cachoeira da Fumacinha, localizada entre os municípios de Ibicoara e Mucugê (BA), é uma das mais belas e escondidas cachoeiras do Parque Nacional da Chapada Diamantina. Existem duas maneiras de conhece-la, ou fazendo a trilha por baixo ou por cima em dias distintos. A trilha por baixo tem grau altíssimo de dificuldade, exigindo do visitante uma boa preparação física para enfrentar cerca de 18 km (entre ida e vinda) ou algo em torno de 8 horas de caminhada. A grande maioria do trajeto é feito ao longo do Rio Riachão, pulando de pedra em pedra, cruzando as margens várias vezes, caminhando por fendas e se apoiando como numa escalada o que dá ao aventureiro uma sensação aprazível de ter contato bem próximo com a natureza. Sua queda d’água de 100 metros e sua localização dentro de um cânion encanta os olhos de qualquer aventureiro. Ao planejar fazer esse trekking é importante procurar uma associação de guia credenciada em Ibicoara. Para esse passeio e outros na região, recomendo o guia Biel Souza.

Publicado por Zan Mídia Aérea em Quarta-feira, 28 de junho de 2017

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios