#Polêmica: SSP do DF aluga tornozeleira eletrônica para Geddel; ex-ministro pode ser preso de novo

Postado em set 6 2017 - 2:14pm por Jornal da Chapada
geddel

O ex-ministro cumpre pena sem o uso do dispositivo de rastreamento | FOTO: Reprodução/EBC |

De acordo com informação do colunista Lauro Jardim, do O Globo, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) concluiu o processo para o aluguel imediato de 175 tornozeleiras eletrônicas para monitorar presos e pessoas cumprindo medidas restritivas a pedido da Justiça em Brasília. Com isso, Geddel Vieira Lima (PMDB), ex-ministro dos governos de Michel Temer e Lula, que cumpre prisão domiciliar em Salvador, deve passar a ser monitorado pelo equipamento.

A Justiça Federal do Distrito Federal vai pedir para a SSP separar uma cota para atender sua demanda com o aluguel dessas peças. Vão usar o argumento de que o órgão distrital recebe recursos federais por meio do Departamento Penitenciário Nacional e, portanto, a Justiça Federal também teria direito ao menos uma parte dos dispositivos.

O ex-ministro cumpre pena sem o uso do dispositivo de rastreamento. A Secretaria de Administração Penintenciária e Ressocialização (Sepa) da Bahia informou, na última terça-feira (5), que ainda “está aguardando” a chegada de tornozeleiras eletrônicas, dispositivos de rastreamento de detentos que cumprem pena no regime aberto ou semi-aberto.

Nova prisão
O ex-ministro de Michel Temer, Geddel Vieira Lima está em prisão domiciliar conseguida por meio de habeas corpus. Depois de estourar o ‘bunker’ atribuído a ele em que foram encontradas malas e caixas com R$ 51 milhões, a PF agora tenta descobrir se a fortuna era exclusivamente de Geddel ou pertenceria a uma organização criminosa para a qual operaria.

O dinheiro foi apreendido na Operação ‘Tesouro Perdido’, derivada da ‘Cui Bono’, que investiga esquema de fraude na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal entre 2011 e 2013, período em que o peemedebista exercia o cargo de vice-presidência de Pessoa Jurídica da instituição. Não está descartado um novo pedido de detenção do ex-ministro que revogue o habeas corpus pelo qual ele conseguiu permanecer em prisão domiciliar. Jornal da Chapada com informações do Globo, Bocão News e Política Livre.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

3 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.