CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Romance ‘Anésia Cauaçu’ do baiano Domingos Ailton será adaptado para TV, teatro e cinema

romance
Danilo Caymmi deve fazer trilha sonora de adaptações para o cinema e a televisão | FOTO: Divulgação |

O romance ‘Anésia Cauaçu’, de Domingos Ailton, já se tornou um clássico da literatura brasileira e vem sendo fonte de inspiração e objeto de estudos acadêmicos, base para um telefilme e pode ser adaptado para produções no teatro, no cinema e na televisão. A obra é um romance histórico que tem como protagonista uma mulher que esteve à frente do seu tempo.

Anésia foi a primeira mulher no sertão baiano de Jequié a ingressar no cangaço, a liderar um bando de cangaceiros, a praticar montaria de frente, já que as mulheres de sua época montavam de lado em uma sela denominada ‘silhão’, e a vestir calças compridas nos momentos de combate para facilitar o enfrentamento de jagunços dos coronéis e das tropas policiais. Ela também foi a primeira mulher branca a lutar capoeira, antecedendo mulheres como Maria Bonita, Dadá e Lídia, no cangaço.

O livro inspirou o poeta e cordelista José Walter Pires, membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel e irmão do cantor Moraes Moreira a escrever o cordel A Saga de ‘Anésia Cauaçu’. Com este mesmo título o compositor e cantor Jonas Carvalho fez letra e música de uma encantadora canção.

foto
Evelin trajou-se de Anésia Cauaçu no evento da na terceira edição do Felisquié | FOTO: Divulgação |

Cinema e TV
Os projetos de adaptações da obra de Domingos Ailton para o teatro, o cinema e a televisão deverão ser desenvolvidos em 2018. Quem ler o romance Anésia Cauaçu já “viaja” em uma produção audiovisual. “Num ritmo cinematográfico, graças a um texto ágil e descrições riquíssimas de detalhes, ‘Anésia Cauaçú’ leva o leitor pela mão para os desconhecidos sertões e para uma história de mulheres que merece ser contada e que, mais do que isso, precisa ser conhecida”, escreveu a consagrada historiadora e escritora Mary Del Priore.

Contatos estão sendo estabelecidos com o escritor para projetos de adaptações do romance Anésia Cauaçu. “É provável que em 2018 projetos sejam desenvolvidos para os palcos teatrais e para produções no cinema e na televisão. Alguns devem ser iniciados e concluídos no mesmo ano, outros devem começar e ser concluídos no ano seguinte”, revelou o romancista.

Dentre os projetos elencados, consta uma peça teatral, um longa-metragem para o cinema, um filme de animação e uma minissérie para a televisão. Quem ficou fascinado pelo romance foi o cantor e compositor Danilo Caymmi. Ele participou da III Edição da Festa Literária do Sertão de Jequié – Felisquié e o cantor Jonas Carvalho cantou A saga de Anésia Cauaçu.

Filho de Dorival Caymmi, que fez belíssimas canções para adaptações dos livros de Jorge Amado e ele próprio autor de lindas e marcantes músicas para produções na televisão como Teresa Batista e Riacho Doce, Danilo disse que tem interesse em fazer a trilha das produções de Anésia Cauaçu para o cinema e a televisão. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios