#Bahia: Número de Câmaras Municipais com contas rejeitadas pelo TCM aumenta 75%

Postado em mar 18 2018 - 11:30am por Jornal da Chapada
foto

Dentre os principais fatores que levaram à punição estão irregularidades em licitações, contratação de consultorias acima do limite legal, aumento dos gastos em relação às receitas e falta de pagamento de multas | FOTO: Reprodução/Mateus Pereira |

De acordo com informações da coluna Satélite, do jornal Correio, deste domingo (18), o número de Câmaras Municipais da Bahia com contas rejeitadas aumentou 75%. Os dados do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) mostram que 28 Casas Legislativas tiveram os balanços financeiros de 2016 reprovados, contra 16 do ano anterior.

Entre os principais fatores que levaram à punição estão as irregularidades em licitações, contratação de consultorias acima do limite legal, aumento dos gastos em relação às receitas e falta de pagamento de multas. Os julgamentos do exercício de 2016 ocorreram entre o segundo semestre do ano passado e o início de 2018. O número de rejeições pode ser maior, pois nove Câmaras ainda não foram apreciadas pelo TCM.

Já na relação dos punidos, as três maiores Casas são as de Camaçari, Itabuna e Porto Seguro. Nelas, os ex-presidentes – Marcelino (PT), Aldenes Meira (PCdoB) e Elio Brasil (PT), respectivamente – continuam vereadores. O primeiro teve as contas rejeitadas pela prorrogação ilegal de contratos, enquanto os outros dois em função dos gastos maiores que as despesas. As informações são do Correio.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.