Associação faz ‘vaquinha’ para ajudar menino que vai realizar sonho de estudar na Escola de Teatro Bolshoi

Publicidade
Postado em jan 7 2019 - 5:33pm por Jornal da Chapada

A Associação Classista de Educação e Esporte da Bahia está mobilizando outras entidades para arrecadar recursos | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |

O talentoso Jonathan de Araújo, de apenas 9 anos, morador do bairro de São Gonçalo do Retiro, em Salvador, está prestes a iniciar a realização de um grande sonho: tornar-se bailarino da Escola de Teatro Bolshoi, uma das mais tradicionais do mundo quando o assunto é balé. Sua mudança para Joinville, em Santa Catarina, onde o pequeno fará um curso de oito anos de duração, está sendo viabilizada pela Associação Classista de Educação e Esporte da Bahia (ACEB) que, a partir de uma reportagem de TV, se mobilizou para realizar uma série de ações com o objetivo de arrecadar os recursos financeiros necessários para as passagens aéreas, a moradia e a manutenção do menino e de parte de sua família na nova cidade. Uma “vaquinha virtual” que está circulando nas redes sociais e a mobilização de outras entidades são algumas dessas ações.

A presidente da ACEB, Marinalva Nunes, conta que na última sexta-feira (4) realizou uma reunião com uma entidade ligada à segurança pública do estado a fim de incentivá-la a ajudar. Nesta segunda-feira (7), outra reunião foi realizada com outras entidades representativas dos policiais militares do estado. “Começamos pelas entidades ligadas à segurança porque o pai de Jonathan, Josué dos Santos, é policial militar. Ele tem outros dois filhos, sua esposa está desempregada e ele é o único provedor do lar no momento. Sem ajuda, ele não tem como realizar o sonho do filho. Incentivamos outras entidades a colaborar com esta causa tão nobre e às pessoas de bom coração, estimulamos que participem da vaquinha virtual que estamos organizando”, destacou.

A seleção de Jonathan para o Bolshoi foi tão concorrida quanto o vestibular para Medicina, 120 candidatos para cada vaga só na primeira fase, quando foram avaliadas a postura, a habilidade física e a musculatura dos candidatos. Para participar da segunda fase, realizada na cidade de Joinville, o pai do menino precisou tomar um empréstimo. “Minha esposa vai procurar um emprego quando chegar lá, vamos nos estruturar com fé em Deus, mas com nossos recursos atuais, não teríamos como manter minha esposa e minha filha mais velha, que vai ter que se mudar também, em Santa Catarina. Toda ajuda é bem-vinda. Somos gratos à ACEB pela iniciativa”, declarou Josué, que após todo este movimento já se tornou sócio da ACEB. “Somos acebianos”, declarou orgulhoso.

No dia 21 de janeiro, Jonathan precisa estar morando em Joinville. Ele e sua irmã mais velha já estão matriculados em escolas estaduais da cidade catarinense. “Queremos juntos garantir que este talento brilhante seja aproveitado e nossa Bahia seja bem representada no campo das artes pelo mundo afora, onde quer que este menino venha a se apresentar no futuro”, completou Marinava Nunes. Para participar da vaquinha virtual da ACEB e contribuir com qualquer valor para realização do sonho de Jonathan deve acessar o link: http://vaka.me/440911

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.